F125cc.com
Junho 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930 

Calendário Calendário

Tempo
ipma.pt-Google pagerank and Worth
Como chegaste ao F125cc?
Preços dos Combustíveis


Quem está conectado
77 usuários online :: 2 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 75 Visitantes :: 2 Motores de busca

Dias, Marco Machado

O recorde de usuários online foi de 326 em Qua 16 Maio - 22:19

Vento na Ponte 25 de Abril

Ir em baixo

Vento na Ponte 25 de Abril

Mensagem  PJVFF em Qui 15 Fev - 10:40

Bom dia caríssimos,

Recentemente adquiri uma NMAX 125, e durante aproximadamente 1 mês andei a treinar com ela na minha localidade (Almada/Seixal/Coina), e penso que já me sinto perfeitamente confortável na minha menina.

Contudo, vai ser necessário em alguns dias da semana deslocar-me a Lisboa (centro), através da Ponte 25 de Abril, e em vez de levar o carro estava a pensar levar a scooter se não chover.

Quais os vossos conselhos para passar a ponte?
Sinceramente tenho algum receio dos ventos que possam surgir na ponte (ainda não possuo vidro alto), mas penso que é só manter a calma, reduzir a velocidade e seguir viagem.

Fico a aguardar os vossos conselhos :)

Obrigado.

PJVFF

Masculino Mensagens : 7
Data de inscrição : 17/01/2018
Mota : NMAX 125

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vento na Ponte 25 de Abril

Mensagem  Tiago M em Qui 15 Fev - 15:21

Os veículos de duas rodas têm uma força mágica que faz com que se mantenham em pé quando em andamento. (As más línguas dirão que é ciência e que tem qualquer coisa que ver com a rotação das rodas e não sei quê.)
Largar o acelerador durante uma rajada de vento lateral pode causar desequilíbrio. Portanto, reduz a velocidade, mas não demasiado nem de forma brusca. Segue a uma velocidade moderada, constante, e relaxa.
avatar
Tiago M

Masculino Mensagens : 462
Data de inscrição : 09/04/2014
Mota : MT-isso-não-é-uma-125-pois-não-03

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vento na Ponte 25 de Abril

Mensagem  PJVFF em Qui 15 Fev - 15:58

Tiago M escreveu:Os veículos de duas rodas têm uma força mágica que faz com que se mantenham em pé quando em andamento. (As más línguas dirão que é ciência e que tem qualquer coisa que ver com a rotação das rodas e não sei quê.)
Largar o acelerador durante uma rajada de vento lateral pode causar desequilíbrio. Portanto, reduz a velocidade, mas não demasiado nem de forma brusca. Segue a uma velocidade moderada, constante, e relaxa.

Obrigado :)
é ter a consciência que o vento (em principio) não me manda ao chão, descontrair, manter velocidade constante e adaptar a minha posição ao vento.... e curtir a viagem!

PJVFF

Masculino Mensagens : 7
Data de inscrição : 17/01/2018
Mota : NMAX 125

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vento na Ponte 25 de Abril

Mensagem  Helder Cruz em Sex 16 Fev - 10:50

Um vidro alto não te irá ajudar na condução. Pelo contrário!
O que irá aumentar será o teu conforto, porque sentirás menos ação do vento sobre o teu corpo.

Quando está vento, a segurança da tua condução passará por acelerares mais e diminuires a área vélica, abaixando-te sobre a mota. Claro que num dia de tempestade não vais passar a Ponte a 300, só te estou a vender a teoria da coisa que já tive oportunidade de experimentar.

O único conselho que te posso deixar. é o de utilizares o carro para passar a ponte em dias de ventania e chuva.
Um dia quando tiveres mais prática logo decides como queres fazer.

Helder Cruz

Masculino Mensagens : 7911
Data de inscrição : 02/10/2011
Mota : BMW R1200GSA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vento na Ponte 25 de Abril

Mensagem  Dias em Sex 16 Fev - 18:15

Já foi dito (quase) tudo, mas gostaria de acrescentar o seguinte.
A tal "força mágica", que o Tiago M mencionou, embora funcione mesmo, não impede que a gente se assuste como o caraças!
Ainda me lembro da preparação psicológica que fiz para atravessar pela 1ª vez a "tal Ponte" e de como ia todo "borrado" com medo de ir parar ao Tejo... Eu, que tenho que ser racional (mais que não seja por questões profissionais), sei que não há crise... o que não me impede de continuar a sentir cagufa quando apanho com vento lateral!
Como o Helder já sugeriu, o pára-brisas alto até pode prejudicar a estabilidade... mas dá muito confôrto (e protecção, e.g. para levar com um pássaro nas trombas... NÃO ESTOU A BRINCAR, porque já levei com um no peito e NÃO GOSTEI)!

Como todos sabem ...

Nota: o desconhecimento da Lei não justifica o seu incumprimento; esta só podia ter saído dos c0?n0s de um Político-Legislador, os tais que mandam "postas de pescada" sem conhecerem as Leis da Física; pois... esqueceram-se de dizer que a regra não se aplica a FDP.

... é proibido conduzir veículos de 2 rodas sem ter ambas as mãos no guiador, excepto para fazer sinais de mudança de direcção, caso em que basta ter uma (UPS... explica aí como é que os putos podem andar na rua, passeios e faixas de rodagem, com aquela coisas de 2 rodas que não têm guiador?... Serei eu que sou parvo?). Assim, para evitar ter as Polícias à perna, não posso aconselhar, oficial e vivamente, a malta que tem medo do vento a aprender a tirar as mãos do guiador e a começar a aprender a "conduzir com os pés".

Notas:
- Do meu ponto de vista, que não ganho a vida a tirar corruptos da prisão, parece-me que a responsabilidade cível e criminal por todo e qualquer acidente resultante da falta de "habilidade" dos condutores, deverá ser imputada aos "parvos" (do Latim) que pariram a legislação (note-se que até fui simpático... não escrevi "cagaram"). Já estou a imaginar os Instrutores das Escolas de Condução e exemplificarem!
- Com a Cygnus... foi uma bricadeira desde o primeiro dia; com as X-Max... demorou um dia; com a "besta" da GV650... demorei 2 anos, mas eu sou velhote (estou a falar em conduzir com os pés... não em tirar as mãos do guiador, que é proibido!).

O que é que "conduzir com os pés"?
É "aliviar" a pressão das mãos no guiador e utilizar a força feita pelos pés nas peseiras para equilibrar e guiar a moto. A Lei só diz que as mãos têm que estar no guiador... não especificando qual a força que tem que ser aplicada, nem como pode ser feita a aplicação de força entre as mãos e, e.g. as manetas! Esqueceram-se de legislar o que devia ser importante? Então ORA TOMA E VAI-TE CURAR!

Nota: Para quem não está a perceber, quando pensarem que têm as mãos nas manetas... NÃO TÊM, porque, entre a pele e os punhos, há SEMPRE um fluido cuja composição e dimensão não estão definidas na Lei! Ou seja... pode ser 50 cm de ar!

Querem brincar? Comecem por aprender Física! (não estou disponível para dar explicações)

Voltando ao que interessa, i.e., o vento e a condução, quando perceberem que o condutor é o elemento mais fraco e que a moto se aguenta sozinha se não fizerem besteira, vão começar a perceber que NÃO DEVEM AGARRAR OS PUNHOS COMO SE A MOTO ESTIVESSE A CAIR NUM POÇO! Isto é, quanto mais vento sentirem, tanto com mais "suplesse" devem agarrar os punhos para que a ciclística faça o trabalho dela.
Por experiência própria, sei que assusta... mas, como em outras coisas, "take a chance and enjoy the ride"!

Nota: Uma moto, como qualquer outro veículo automóvel, tem direito a ocupar UMA FAIXA DE RODAGEM, o que é especialmente verdade em caso de vento lateral. "Apontem" a 1/3 da faixa, de sotavento, e deixem que a moto vos leve!

Se Sua Exa. o Ministro da AI me quizer dar lições, faça favor e até lhe empresto uma GV650i para que le me demonstre o que lhe vai em "aquela coisa quem tem por cima dos ombros". Obviamente que, a seguir, terá que providenciar uma "lavagem de estrada", porque, com a diarreia mental que lhe tenho ouvido sair de "aquela coisa quem tem por cima dos ombros", a Aquila vai ficar toda cagada!

Nota: Eu nunca ofendo outrem! Quanto muito, limito-me a classificar pessoas de acôrdo com o meu dicionário. Não conhecem o meu dicionário? Se não conhecem, só se podem estar a auto-ofender! Além disso, a regra "o desconhecimento não justifica armarem-se em parvos" não se aplica no meu caso... por não ser Desembargador!
avatar
Dias

Masculino Mensagens : 4844
Data de inscrição : 16/06/2010
Mota : Yamaha Cygnus RS (e Hyosung GV650iPro)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vento na Ponte 25 de Abril

Mensagem  Tiago M em Sex 16 Fev - 20:41

Dias escreveu:Já foi dito (quase) tudo, mas gostaria de acrescentar o seguinte.
A tal "força mágica", que o Tiago M mencionou, embora funcione mesmo, não impede que a gente se assuste como o caraças!
Ainda me lembro da preparação psicológica que fiz para atravessar pela 1ª vez a "tal Ponte" e de como ia todo "borrado" com medo de ir parar ao Tejo... 
Pelo menos caías na água. O meu primeiro cagaço com vento foi a atravessar o Marão. Só me imaginava a ir aos trambolhões encosta abaixo.
avatar
Tiago M

Masculino Mensagens : 462
Data de inscrição : 09/04/2014
Mota : MT-isso-não-é-uma-125-pois-não-03

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vento na Ponte 25 de Abril

Mensagem  Dias em Sex 16 Fev - 20:49

Caro Tiago, a melhor prova que o vento assusta, mas não é tão mau como parece, é que ainda cá estamos os dois... a continuar a andar de moto!

Já agora, em Julho passado passei uns maus bocados na A5 com a GV650i... até me lembrar que podia andar a (pelo menos) 120 km/h!
avatar
Dias

Masculino Mensagens : 4844
Data de inscrição : 16/06/2010
Mota : Yamaha Cygnus RS (e Hyosung GV650iPro)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vento na Ponte 25 de Abril

Mensagem  Helder Cruz em Sex 16 Fev - 22:09

2015, 14 de Agosto, A1. Nem a 100km/h se conseguia circular. Nunca tive tanta dificuldade em rolar com vento.

Helder Cruz

Masculino Mensagens : 7911
Data de inscrição : 02/10/2011
Mota : BMW R1200GSA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vento na Ponte 25 de Abril

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum