F125cc.com
Dezembro 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      

Calendário Calendário

Tempo
ipma.pt-Google pagerank and Worth
Como chegaste ao F125cc?
Preços dos Combustíveis


Quem está conectado
20 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 20 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 326 em Qua 16 Maio - 22:19

Licença de 50cc

Ir em baixo

Licença de 50cc

Mensagem  cristianoandrade15501 em Qua 9 Maio - 15:10

Boa tarde,
Para eu poder adquirir uma 50cc tenho de tirar uma licença, e a minha questão é a seguinte: eu já fui à net verificar o que era preciso, e pelo que percebi também se tem de executar um teste prático e teórico como se fosse para uma 125cc, então eu gostava que me esclarecessem sobre esses mesmos testes... Sobre o que é que se faz e as  especificações dos mesmos. Eu penso que esses testes não são com o mesmo ''grau de dificuldade'' que os de carta A1 por exemplo.
Obrigada! 

cristianoandrade15501

Masculino Mensagens : 28
Data de inscrição : 02/11/2015
Mota : Quero comprar :)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Licença de 50cc

Mensagem  Rúben Duarte em Qua 9 Maio - 15:49

São mais simples 👍
Porque apenas precisar de saber como te orientar dentro das localidades

Enviado pelo Topic'it

Rúben Duarte

Masculino Mensagens : 31
Data de inscrição : 02/04/2018
Mota : Sym wolf 125

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Licença de 50cc

Mensagem  Trigueiro em Qua 9 Maio - 16:10

Boa tarde, Cristiano Andrade

Que idade tens? Pressuponho que não tens carta de carro.

Faço a pergunta porque a reposta depende da idade da pessoa (pelo menos aqui nos Açores é assim).

Trigueiro

Masculino Mensagens : 336
Data de inscrição : 23/01/2015
Mota : Jialing JH125-33 + Yamaha XVS 650 Drag Star Classic

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Licença de 50cc

Mensagem  Marco Machado em Qua 9 Maio - 17:18

cristianoandrade15501 escreveu:
Boa tarde,
Para eu poder adquirir uma 50cc tenho de tirar uma licença, e a minha questão é a seguinte: eu já fui à net verificar o que era preciso, e pelo que percebi também se tem de executar um teste prático e teórico como se fosse para uma 125cc, então eu gostava que me esclarecessem sobre esses mesmos testes... Sobre o que é que se faz e as  especificações dos mesmos. Eu penso que esses testes não são com o mesmo ''grau de dificuldade'' que os de carta A1 por exemplo.
Obrigada! 
tens carta B ?

_________________
Não são permitidas quaisquer mensagens que violem o bom estatuto e harmonia existente neste forum.
Reserva-se o direito da Administração actuar perante situações consideradas inoportunas "

Regras de utilização
avatar
Marco Machado
Adm
Adm

Masculino Mensagens : 10729
Data de inscrição : 10/08/2009
Mota : Yamaha Virago 125

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Licença de 50cc

Mensagem  cristianoandrade15501 em Qua 9 Maio - 21:17

Tenho 16 anos, não tenho carta de carro e neste momento carta A1 não está dentro das possibilidades financeiras :)
Eu estou em vias de comprar uma 50cc mas não sabia era como se ''realizava'' esta coisa de licença, porque sempre quis cartade 125cc e não licença, e entãoagora estou um bocadinho à nora 

cristianoandrade15501

Masculino Mensagens : 28
Data de inscrição : 02/11/2015
Mota : Quero comprar :)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Licença de 50cc

Mensagem  Trigueiro em Qui 10 Maio - 1:00

Cristiano

Peço-te paciência para leres com atenção tudo o que se segue!

1.º - A compra da mota

Provavelmente já deves saber, mas não faz mal relembrar - a mota que comprares, mesmo que seja uma 50, terá que ficar em nome de um dos teus pais. Os menores não podem ter motas ou carros em seu nome.

Dito isto, mesmo que tenhas o dinheiro e que a mota que pensas comprar seja um "grande negócio", nunca, mas NUNCA, compres uma mota que não possas passar para o nome dos teus pais. Há por aí motas à venda sem papéis, ao preço da uva mijona. Se fores apanhado pela GNR ou pela PSP, a conduzir uma mota que dizes ser tua, mas que na realidade ainda está no nome de uma outra pessoa qualquer, a mota é apreendida na hora! Ficas sem mota e sem o dinheiro que deste por ela. A mota que o meu filho de 17 anos usa está em meu nome e ele está instruído para quando for parado pela GNR ou pela PSP dizer que a mota é do pai dele.

Comprar mota, só a quem tenha os papéis em dia da mesma e a possas colocar no nome de um dos teus pais. E convém o seguro da mota também ser em nome de um deles, senão o mesmo vai ser muito caro! Nestes assuntos, mesmo que sejas muito desenrascado, um dos teus pais terá que te acompanhar sempre.


2. º - A licença (carta) para andar de mota (ciclomotor, ou seja, 50cc)


Infelizmente, estás na mesma situação que passou o meu filho no ano passado, altura em que ele também tinha 16 anos.

Se tivesses entre 14 e 15 anos, os teus pais podiam-te inscrever na Prevenção Rodoviária Portuguesa (funciona aqui nos Açores e penso que também aí no Continente) e obtinhas uma licença para andar numa scooter até à fantástica velocidade de... 45Km/h. Sim, as scooter andam bem mais do que isso, especialmente as mais antigas de carburador, tipo a mítica Yamaha BWs, mas o limite legal de velocidade é esse. E não podes andar em autoestrada e nem levar pendura! Quem tira essa licença, através da Prevenção Rodoviária, tem também aulas teórias e práticas, e respetivos exames. Deste últimos, ninguém se livra!

Mas como já tens 16 anos... a coisa complica!

Complica primeiro porque, apesar dos limites de utilização dessa 50cc serem os mesmos referidos acima para quem tem entre 14 e 15 anos (não mais do que 45km/h, não levar pendura, etc...), já não terás uma licença especial, mas sim uma carta de condução, o que até é uma coisa boa para mais tarde obteres a carta de 125 (depois explico esta parte mais em detalhe).

E como se tira essa carta de condução de 50cc?

Como já disse antes, terás que fazer um teste escrito (10 perguntas sobre código de estrada e utilização da mota, em que só podes errar uma) e depois um teste prático na estrada (obviamente). O problema é o antes desses dois testes, ou seja, aonde é que vais aprender primeiro a teoria e depois a prática para andar de mota em estrada.

Existem duas possibilidades: inscreves-te numa escola de condução (é necessário que esta tenha uma 50cc para poder dar aulas) ou... aprendes por ti mesmo e apresentas-te por ti próprio (na realidade precisas de uma autorização dos teus pais) no centro de inspeções, para fazer o teste escrito e mais tarde o teste prático. Este último regime é chamado de candidatos autopropostos.

Quase de certeza que já estarás a pensar que este último regime, o do autoproposto, é uma maravilha! Um amigo teu vai-te ensinar a andar de mota e depois vais fazer o exame, passas e nem gastaste dinheiro numa escola de condução.

Foi isso que o meu filho fez, não por que quisesse, mas porque não tinha alternativa.

Passo a explicar...

Porque existe (pelo menos aqui nos Açores e sei que já existiu aí no Continente) a tal possibilidade dos jovems entre os 14 e 15 anos poderem aprender a andar nas scooters de 50cc através do programa da Prevenção Rodoviária, muita escolas de condução nem se dão ao trabalho e à despesa de possuírem uma scooter de 50cc na sua frota, para que os jovens possam aprender, visto que a grande maioria o faz quando tem 14-15 anos, através da Prevenção Rodoviária, pois os seus cursos tem menos horas e são mais baratos. Foi isso que sucedeu com o meu filho - nenhuma escola de condução da minha terriola possuía uma scooter de 50cc para dar aulas a um jovem que, por já ter 16 anos, não podia tirar a licença dos jovens de 14-15 anos, antes tendo que tirar já a carta de condução de ciclomotor.

Por outras palavras, o meu filho teve que tirar a carta de ciclomotor no regime de autoproposto. Dei-lhe para as mãos o livro de aprendizagem que usei para tirar a carta de mota pesada (carta A), ele leu esse livro (inclui apreender todas das regras de trânsito!), fez todos os testes disponíveis na internet para ciclomotores, motas 125 e até motas de maior cilindrada, foi fazer o teste escrito no regime de autoproposto e passou. Uma maravilha, não é?

O problema veio a seguir - como ter aulas de sooter de 50cc na via pública? Pois, ele teve que usar a "sua" scooter (na realiadade está em meu nome) e, mesmo sendo sempre acompanhado por um instrutor devidamente credenciado pelo IMTT, ele estava em situação ilegal porque o seguro da mota só cobria danos caso o condutor da mota... tivesse carta! Se a mota fosse de uma escola de condução, não haveria problema, porque as frotas de motas e carros das escolas de condução possuem um seguro especial que permite as pessoas sem carta conduzirem esses veículos, desde que acompanhados por um instrutor. O problema é que as seguradoras recusam-se (com uma exceção que já vou referir) em fazer um seguro para uma mota em que um cidadão, sem carta, possa aprender andar de mota na via pública. E, sim, foi isso que infelizmente teve que se passar com o meu filho. Correu tudo bem, mas estava sempre a rezar para que não houvesse um acidente.

Ainda relativamente ao seguro, a tal exceção que existe é para o dia em que se vai fazer o exame prático. Para esse dia, a seguradora em que estiver segurada a "tua" 50 passa uma declaração a dizer que assegura o teu exame. Só fazem isso para o dia e hora em que fazes o exame! Fora disso, estás por tua conta.

Os examinadores das cartas de condução e os agentes da lei (GNR e PSP) sabem dessa aberração da lei portuguesa que diz que um cidadão com mais de 15 anos pode apresentar-se a exame prático de ciclomotor em regime de autoproposto, lei essa que obriga a que o respetivo exame seja feito na via pública, quando outra lei, também portuguesa, os proíbe de praticarem por si próprios na via pública numa mota que não seja de uma escola de condução! Por outras palavras, há uma lei que prevê o regime de autoproposto, quando existe outra que o impossibilita, visto que ninguém nasce a saber andar de mota! O que vale é que vários agentes do Estado vão fechando os olhos (pelo menos na minha terriola), pois sabem que as pessoas não tem culpa das burradas dos nossos legisladores.

Quer isto dizer que tens duas opções: ou encontras uma escola de condução que tenha uma scooter de 50cc para dar aulas ou terás que partir para o regime de autoproposto, em que terás que praticar na via pública, sendo no entanto proibido fazê-lo!

Não, a vida não está fácil para os jovens de 16 anos!


3.º - Carta de mota de 125cc

Mê amigu! Carta de 125 com 16 anos, só se tu tivesses tirado a tal licença especial para scooter 50cc, através da Prevenção Rodoviária, quando tinhas 14 anos. Dois anos depois de teres essa licença, podes então pedir para tirar a carta de 125 e a mesma terá que ser feita numa escola de condução, sendo que a maioria das escolas possuem uma 125 para dar aulas. Se tirares agora a carta para uma 50cc, só quando tiveres 18 anos é que podes tirar carta de 125, coisa que o pessoal aproveita também para tirar carta de carro.

Desculpa lá as más notícias que te dou, mas fica sabendo que nos países de União Europeia as regras são semelhantes às portuguesas, quando não são ainda mais apertadas!

Trigueiro

Masculino Mensagens : 336
Data de inscrição : 23/01/2015
Mota : Jialing JH125-33 + Yamaha XVS 650 Drag Star Classic

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Licença de 50cc

Mensagem  cristianoandrade15501 em Qui 10 Maio - 17:46

Trigueiro escreveu:Cristiano

Peço-te paciência para leres com atenção tudo o que se segue!

1.º - A compra da mota

Provavelmente já deves saber, mas não faz mal relembrar - a mota que comprares, mesmo que seja uma 50, terá que ficar em nome de um dos teus pais. Os menores não podem ter motas ou carros em seu nome.

Dito isto, mesmo que tenhas o dinheiro e que a mota que pensas comprar seja um "grande negócio", nunca, mas NUNCA, compres uma mota que não possas passar para o nome dos teus pais. Há por aí motas à venda sem papéis, ao preço da uva mijona. Se fores apanhado pela GNR ou pela PSP, a conduzir uma mota que dizes ser tua, mas que na realidade ainda está no nome de uma outra pessoa qualquer, a mota é apreendida na hora! Ficas sem mota e sem o dinheiro que deste por ela. A mota que o meu filho de 17 anos usa está em meu nome e ele está instruído para quando for parado pela GNR ou pela PSP dizer que a mota é do pai dele.

Comprar mota, só a quem tenha os papéis em dia da mesma e a possas colocar no nome de um dos teus pais. E convém o seguro da mota também ser em nome de um deles, senão o mesmo vai ser muito caro! Nestes assuntos, mesmo que sejas muito desenrascado, um dos teus pais terá que te acompanhar sempre.


2. º - A licença (carta) para andar de mota (ciclomotor, ou seja, 50cc)


Infelizmente, estás na mesma situação que passou o meu filho no ano passado, altura em que ele também tinha 16 anos.

Se tivesses entre 14 e 15 anos, os teus pais podiam-te inscrever na Prevenção Rodoviária Portuguesa (funciona aqui nos Açores e penso que também aí no Continente) e obtinhas uma licença para andar numa scooter até à fantástica velocidade de... 45Km/h. Sim, as scooter andam bem mais do que isso, especialmente as mais antigas de carburador, tipo a mítica Yamaha BWs, mas o limite legal de velocidade é esse. E não podes andar em autoestrada e nem levar pendura! Quem tira essa licença, através da Prevenção Rodoviária, tem também aulas teórias e práticas, e respetivos exames. Deste últimos, ninguém se livra!

Mas como já tens 16 anos... a coisa complica!

Complica primeiro porque, apesar dos limites de utilização dessa 50cc serem os mesmos referidos acima para quem tem entre 14 e 15 anos (não mais do que 45km/h, não levar pendura, etc...), já não terás uma licença especial, mas sim uma carta de condução, o que até é uma coisa boa para mais tarde obteres a carta de 125 (depois explico esta parte mais em detalhe).

E como se tira essa carta de condução de 50cc?

Como já disse antes, terás que fazer um teste escrito (10 perguntas sobre código de estrada e utilização da mota, em que só podes errar uma) e depois um teste prático na estrada (obviamente). O problema é o antes desses dois testes, ou seja, aonde é que vais aprender primeiro a teoria e depois a prática para andar de mota em estrada.

Existem duas possibilidades: inscreves-te numa escola de condução (é necessário que esta tenha uma 50cc para poder dar aulas) ou... aprendes por ti mesmo e apresentas-te por ti próprio (na realidade precisas de uma autorização dos teus pais) no centro de inspeções, para fazer o teste escrito e mais tarde o teste prático. Este último regime é chamado de candidatos autopropostos.

Quase de certeza que já estarás a pensar que este último regime, o do autoproposto, é uma maravilha! Um amigo teu vai-te ensinar a andar de mota e depois vais fazer o exame, passas e nem gastaste dinheiro numa escola de condução.

Foi isso que o meu filho fez, não por que quisesse, mas porque não tinha alternativa.

Passo a explicar...

Porque existe (pelo menos aqui nos Açores e sei que já existiu aí no Continente) a tal possibilidade dos jovems entre os 14 e 15 anos poderem aprender a andar nas scooters de 50cc através do programa da Prevenção Rodoviária, muita escolas de condução nem se dão ao trabalho e à despesa de possuírem uma scooter de 50cc na sua frota, para que os jovens possam aprender, visto que a grande maioria o faz quando tem 14-15 anos, através da Prevenção Rodoviária, pois os seus cursos tem menos horas e são mais baratos. Foi isso que sucedeu com o meu filho - nenhuma escola de condução da minha terriola possuía uma scooter de 50cc para dar aulas a um jovem que, por já ter 16 anos, não podia tirar a licença dos jovens de 14-15 anos, antes tendo que tirar já a carta de condução de ciclomotor.

Por outras palavras, o meu filho teve que tirar a carta de ciclomotor no regime de autoproposto. Dei-lhe para as mãos o livro de aprendizagem que usei para tirar a carta de mota pesada (carta A), ele leu esse livro (inclui apreender todas das regras de trânsito!), fez todos os testes disponíveis na internet para ciclomotores, motas 125 e até motas de maior cilindrada, foi fazer o teste escrito no regime de autoproposto e passou. Uma maravilha, não é?

O problema veio a seguir - como ter aulas de sooter de 50cc na via pública? Pois, ele teve que usar a "sua" scooter (na realiadade está em meu nome) e, mesmo sendo sempre acompanhado por um instrutor devidamente credenciado pelo IMTT, ele estava em situação ilegal porque o seguro da mota só cobria danos caso o condutor da mota... tivesse carta! Se a mota fosse de uma escola de condução, não haveria problema, porque as frotas de motas e carros das escolas de condução possuem um seguro especial que permite as pessoas sem carta conduzirem esses veículos, desde que acompanhados por um instrutor. O problema é que as seguradoras recusam-se (com uma exceção que já vou referir) em fazer um seguro para uma mota em que um cidadão, sem carta, possa aprender andar de mota na via pública. E, sim, foi isso que infelizmente teve que se passar com o meu filho. Correu tudo bem, mas estava sempre a rezar para que não houvesse um acidente.

Ainda relativamente ao seguro, a tal exceção que existe é para o dia em que se vai fazer o exame prático. Para esse dia, a seguradora em que estiver segurada a "tua" 50 passa uma declaração a dizer que assegura o teu exame. Só fazem isso para o dia e hora em que fazes o exame! Fora disso, estás por tua conta.

Os examinadores das cartas de condução e os agentes da lei (GNR e PSP) sabem dessa aberração da lei portuguesa que diz que um cidadão com mais de 15 anos pode apresentar-se a exame prático de ciclomotor em regime de autoproposto, lei essa que obriga a que o respetivo exame seja feito na via pública, quando outra lei, também portuguesa, os proíbe de praticarem por si próprios na via pública numa mota que não seja de uma escola de condução! Por outras palavras, há uma lei que prevê o regime de autoproposto, quando existe outra que o impossibilita, visto que ninguém nasce a saber andar de mota! O que vale é que vários agentes do Estado vão fechando os olhos (pelo menos na minha terriola), pois sabem que as pessoas não tem culpa das burradas dos nossos legisladores.

Quer isto dizer que tens duas opções: ou encontras uma escola de condução que tenha uma scooter de 50cc para dar aulas ou terás que partir para o regime de autoproposto, em que terás que praticar na via pública, sendo no entanto proibido fazê-lo!

Não, a vida não está fácil para os jovens de 16 anos!


3.º - Carta de mota de 125cc

Mê amigu! Carta de 125 com 16 anos, só se tu tivesses tirado a tal licença especial para scooter 50cc, através da Prevenção Rodoviária, quando tinhas 14 anos. Dois anos depois de teres essa licença, podes então pedir para tirar a carta de 125 e a mesma terá que ser feita numa escola de condução, sendo que a maioria das escolas possuem uma 125 para dar aulas. Se tirares agora a carta para uma 50cc, só quando tiveres 18 anos é que podes tirar carta de 125, coisa que o pessoal aproveita também para tirar carta de carro.

Desculpa lá as más notícias que te dou, mas fica sabendo que nos países de União Europeia as regras são semelhantes às portuguesas, quando não são ainda mais apertadas!

Muito obrigado pela sua resposta, nem sabe o quanto me ajudou! 
A verdade é que o meu pai me quer oferecer uma 50cc para eu me desenrascar aqui e para poder fazer as minhas 'coisinhas' sem ter que andar sempre a pedir, tal como ir para a escola por exemplo...

Não sabia é que havia tanta confusão para tirar uma mera licença, até é um bocadinho desanimador para ser sicero!

Agora vou falar com o meu pai e expor-lhe isto tudo, mais uma vez muito obrigado pelo seu testemunho, fui fundamental 

Em relação à escolha da mota, também está a ser complicado uma vez que não queria scooters de maneira nenhuma, mas também zundapp famel (que são muito boas, não é por aí) o meu pai não queria uma vez que as que há à venda, opreço não compensa a qualidade...
Vamos indo e vamos vendo 

cristianoandrade15501

Masculino Mensagens : 28
Data de inscrição : 02/11/2015
Mota : Quero comprar :)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Licença de 50cc

Mensagem  Trigueiro em Qui 10 Maio - 20:36

Cristiano

Sei que o meu testemunho anterior pode fazer qualquer um ficar desencorajado, mas, calma, nada de esmorecimentos! Todos os dias há pessoal com 16 anos que tira carta de mota e tu também vais tirar.

Aconselho-te tu ou mesmo o teu pai a dirigirem-se a um centro de exames de condução (na minha terriola é numa coisa chamada Direção Regional de Viação) e informarem-se bem de como podes tirar carta de 50. É possível que haja regras um pouco diferentes aí no Continente, relativamente ao que se passa aqui nos Açores. Perguntar ainda é de graça e não paga imposto.

Se por acaso, aí no Continente, for possível um jovem de 16 anos inscrever-se nos cursos da Prevenção Rodoviária, vocês nem pensem duas vezes! Inscreves-te logo. É a maneira mais fácil de tirar carta de 50.

Caso se confirme que já não é possível, aconselho seguirem a via da inscrição numa escola de condução. É a via mais cara, mas é garantidamente a mais segura e possivelmente até a mais rápida.

Se tiverem que ir pela via dos candidatos autopropostos, aconselho na mesma a falarem com o proprietário de uma escola de condução ou com um instrutor certificado, para teres aulas de ciclomotor na via pública, sendo que nesse caso a mota será do teu pai e o seguro, infelizmente, não cobrirá algum eventual acidente que possas ter. De qualquer maneira, os acidentes com motas costumam acontecer é bem depois, quando já se tem carta de condução e confiança a mais... Cair da mota quando se está a praticar pela primeira vez é normal e nem se chama acidente - chama-se "mais um arranhão na perna".

O que já podes ir desde já fazendo é arranjar um livro com o código de estrada e as regras básicas para se conduzir mota, bem como começares a executar os testes de condução de mota que existem na internet.

Um passo de cada vez, com calma, para que um dia (quem sabe, antes dos teus 17 anos ) já possas ter e andar na tua 50.

Uma nota final: não desprezes logo de início as scooters. São um excelente meio para se aprender as regras básicas de se andar de mota, sem a complicação inicial de uma mota de mudanças. Aliás, o meu filho fez questão de aprender primeiro a andar numa scooter, depois de ter experimentado e assustado-se com o tamanho, peso e complicação que era andar com a minha 125 de mudanças. Mais tarde, quando quiseres tirar carta de 125, então passas para uma mota de mudanças. Será muito mais fácil. Se reparares bem, aposto que a maioria do pessoal da tua escola que anda de mota fá-lo numa scooter. Curiosamente, na escola do meu filho há só 3 ou 4 Yamahas DT 50 e são todas conduzidas por... raparigas!

Trigueiro

Masculino Mensagens : 336
Data de inscrição : 23/01/2015
Mota : Jialing JH125-33 + Yamaha XVS 650 Drag Star Classic

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Licença de 50cc

Mensagem  cristianoandrade15501 em Qui 10 Maio - 21:13

Trigueiro escreveu:
Se reparares bem, aposto que a maioria do pessoal da tua escola que anda de mota fá-lo numa scooter. Curiosamente, na escola do meu filho há só 3 ou 4 Yamahas DT 50 e são todas conduzidas por... raparigas!
Bem, nessa parte vou ter de discordar! Anda tudo ou com zundapps ou com motas de motocross (penso que é esse nome que dão àquele estilo de motas)

Raparigas não há nenhumas, mas também não é por serem raparigas que temos de pensar que é incrível elas andarem numa mota dita de ''rapaz''... Essa ideia é um pouco retrógada na minha opinião 

Por acaso yamaha DT50 era uma opção para mim na compra de uma 50cc, tem experiência com essas motas?

cristianoandrade15501

Masculino Mensagens : 28
Data de inscrição : 02/11/2015
Mota : Quero comprar :)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Licença de 50cc

Mensagem  Trigueiro em Sex 11 Maio - 10:32

Então a realidade escolar de motas da tua zona escolar é bem diferente da que se passa na escola do meu filho.

Quando falei de, na escola do meu filho, serem essencialmente raparigas a andar em Yamahas DT50, não estava a ser sexista, mas sim a constatar um facto da vida - o sexo feminino é, por natureza, bem mais prático do que o masculino, daí que me surpreende serem mais elas a andar em DT50 do que rapazes. Não há nada mais prático do que uma scooter (minha opinião, claro!).

No entanto, sei de uma rapariga que aprendeu a andar numa DT50 e usou essa mota para ir para a escola durante 3 anos, não porque fosse a escolha dela, mas sim porque o pai cismou que a filha haveria de andar na mesma mota com que ele tinha aprendido a andar... Mais tarde, quando ela já tinha tirado a carta A2 (motas até 35Kw de potência), começou a andar na scooter Sym GTS 300i Evo do pai e mandou este... ir andar na DT50.

Quanto às Zundaps, Sachs e Casal, sim os preços pedidos hoje em dia são vergonhosos, mesmo para motas em mau estado. Na minha opinião, antes uma DT50 ou uma outra japonesa da mesma cilindrada, de preferência com autolube.

Das DT50, segundo o que me disse o pai da rapariga de que falei acima, há dois modelos: um inicial feito no Japão, com um bom motor, mas com um quadro um pouco fraco, e um modelo posterior, já feito em Itália, com um bom quadro, mas com um motor menos bom, especialmente a caixa da velocidades.

O problema das DTs, pelo menos aqui nos Açores, é encontrar uma que não esteja toda alterada e estropiada. Os rapazes que vejo andar com elas na estrada tem-nas totalmente ou quase totalmente alteradas, sendo as alterações de filtro de ar e de motor a primeira coisa que fazem. Já as raparigas possuem as DTs o mais originais possíveis, não contando o facto da mota por vezes estar pintada de... cor de rosa.

Trigueiro

Masculino Mensagens : 336
Data de inscrição : 23/01/2015
Mota : Jialing JH125-33 + Yamaha XVS 650 Drag Star Classic

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Licença de 50cc

Mensagem  cristianoandrade15501 em Sex 11 Maio - 20:04

Trigueiro escreveu:Quanto às Zundaps, Sachs e Casal, sim os preços pedidos hoje em dia são vergonhosos, mesmo para motas em mau estado. Na minha opinião, antes uma DT50 ou uma outra japonesa da mesma cilindrada, de preferência com autolube.

Das DT50, segundo o que me disse o pai da rapariga de que falei acima, há dois modelos: um inicial feito no Japão, com um bom motor, mas com um quadro um pouco fraco, e um modelo posterior, já feito em Itália, com um bom quadro, mas com um motor menos bom, especialmente a caixa da velocidades.

O problema das DTs, pelo menos aqui nos Açores, é encontrar uma que não esteja toda alterada e estropiada. Os rapazes que vejo andar com elas na estrada tem-nas totalmente ou quase totalmente alteradas, sendo as alterações de filtro de ar e de motor a primeira coisa que fazem. Já as raparigas possuem as DTs o mais originais possíveis, não contando o facto da mota por vezes estar pintada de... cor de rosa.
Bem, primeiramente muito obrigada por me ter ilucidado mais uma vez   

Eu e o meu pai encontrámos uma DT50 toda ela original e num estado inestimável, claro que tem alguns arranhões mas mais nada, até fiquei muito surpreendido porque tal como me disse, normalmente estão todas modificadas. Mas esta é toda orignal e está praticamente nova! É do ano de 96 se não me engano e por isso até é bem mais nova que muitas zundapps que vi à venda no olx.
A cor desta por acaso é branca, com o assento azul e as letras do modelo ''DT'' é meio que amarelo misturado com uns pretos, não sei muito bem especificar aquilo...

Um dos problemas que tenho é a minha altura, uma vez que meço pouco mais de 1.60m, e tenho medo de me desequilibrar alguma vez e depois não me saber equilibrar de novo e pumba...malho certinho!

cristianoandrade15501

Masculino Mensagens : 28
Data de inscrição : 02/11/2015
Mota : Quero comprar :)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Licença de 50cc

Mensagem  Trigueiro em Dom 13 Maio - 1:44

A DT nem é das motas mais altas e não é pesada. Assusta no início, mas rapidamente habituas-te ao seu peso em manobras de estacionamento. Depois da mota estar a andar, ela equilibra-se por si própria.

Boa sorte nessa busca da tua primeira máquina.

Trigueiro

Masculino Mensagens : 336
Data de inscrição : 23/01/2015
Mota : Jialing JH125-33 + Yamaha XVS 650 Drag Star Classic

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Licença de 50cc

Mensagem  cristianoandrade15501 em Dom 13 Maio - 15:56

Trigueiro escreveu:A DT nem é das motas mais altas e não é pesada. Assusta no início, mas rapidamente habituas-te ao seu peso em manobras de estacionamento. Depois da mota estar a andar, ela equilibra-se  por si própria.

Boa sorte nessa busca da tua primeira máquina.
Mais uma vez obrigado, vou apostar numa DT. Sentei-me em cima de uma e chego pelo menos com um pé ao chão, foi fantástico! Sentar numa mota com a certeza que é tua, um sentimento incrível!

cristianoandrade15501

Masculino Mensagens : 28
Data de inscrição : 02/11/2015
Mota : Quero comprar :)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Licença de 50cc

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum