F125cc.com
Mudanças dificeis F125cc10
Maio 2019
SegTerQuaQuiSexSabDom
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Calendário Calendário

Tempo
ipma.pt-Google pagerank and Worth
Como chegaste ao F125cc?
Preços dos Combustíveis


Quem está conectado
48 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 47 Visitantes :: 2 Motores de busca

Lallo

O recorde de usuários online foi de 326 em Qua 16 Maio - 22:19

Mudanças dificeis

Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Mudanças dificeis

Mensagem  maria em Ter 20 Set - 13:12

Boas,

Tenho alguma dificuldade em fazer as passagens especialmente da 1ª para a 2ª e da 2ª para a 1ª. Às vezes nem sequer consigo fazer com que a mudança entre. Sei que este é um dos pontos fracos destas motas, mas assim tb é demais.
É normal, é nabice minha, falta de lubrificante, ou o quê?

A mota é uma Suzuki Marauder 125

Obrigada
maria
maria

Feminino Mensagens : 32
Data de inscrição : 04/08/2010
Mota : Suzuki Marauder 125

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  Marco Machado em Ter 20 Set - 13:16

Verifica se a corrente está esticada e ainda em bom estado, pois na minha virago as mudanças andavam por assim dizer estranhas e depois de levar o kit de transmissão ficou com a caixa 5*, outra coisa que também pode ter influencia é a posição do pedal das mudanças pois pode estar numa posição em que não seja confortável para o pé. Mudanças dificeis 952112

_________________
Não são permitidas quaisquer mensagens que violem o bom estatuto e harmonia existente neste forum.
Reserva-se o direito da Administração actuar perante situações consideradas inoportunas "

Regras de utilização
Marco Machado
Marco Machado
Adm
Adm

Masculino Mensagens : 10990
Data de inscrição : 10/08/2009
Mota : Yamaha Virago 125

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  veiga em Ter 20 Set - 14:16

maria escreveu:Boas,

Tenho alguma dificuldade em fazer as passagens especialmente da 1ª para a 2ª e da 2ª para a 1ª. Às vezes nem sequer consigo fazer com que a mudança entre. Sei que este é um dos pontos fracos destas motas, mas assim tb é demais.
É normal, é nabice minha, falta de lubrificante, ou o quê?

A mota é uma Suzuki Marauder 125

Obrigada


Maria, ao contrário do que possam dizer, a Suzuki é conhecida por ter as melhores caixas de velocidades, no que toca ao seu accionamento.


Como muito bem disse o Marco, vê a folga da corrente da moto assim como a posição em que se encontra o pedal das mudanças.

Outra coisa muito importante é a afinação da manete das mudanças se estiver sem folga ou com muita folga isso vai fazer com que quase não consigas meter as mudanças.
veiga
veiga

Masculino Mensagens : 2866
Data de inscrição : 26/11/2009
Mota : Sym GTS 300i Evo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  maria em Ter 20 Set - 14:31

Obrigada pelas respostas rápidas Mudanças dificeis 952112

Já vi que vou ter que levar a "menina" a quem sabe! Já agora aproveito para pedir que me recomendem uma oficina da Suzuki (Lx ou arredores)

Merci



maria
maria

Feminino Mensagens : 32
Data de inscrição : 04/08/2010
Mota : Suzuki Marauder 125

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  Marco Machado em Ter 20 Set - 14:42

Pois por ai vai ter de ser o pessoal da zona a informar, que eu daqui de cima não vejo nenhuma lol

_________________
Não são permitidas quaisquer mensagens que violem o bom estatuto e harmonia existente neste forum.
Reserva-se o direito da Administração actuar perante situações consideradas inoportunas "

Regras de utilização
Marco Machado
Marco Machado
Adm
Adm

Masculino Mensagens : 10990
Data de inscrição : 10/08/2009
Mota : Yamaha Virago 125

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  Dias em Ter 20 Set - 14:44

@ maria
Vê MP.
Dias
Dias

Masculino Mensagens : 5267
Data de inscrição : 16/06/2010
Mota : Yamaha Cygnus RS (e Hyosung GV650iPro)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  Dias em Ter 20 Set - 16:05

Para ser mais explícito, a minha dúvida é a seguinte.
Da minha (pouca) experiência com motos de mudanças, o problema mais comum é um que me parece ser precisamente o oposto do descrito pela maria, isto é, encontrar o ponto-morto. Assim, não percebi qual é o problema em passar da 1ª para a 2ª (e vice-versa). Fica no ponto-morto ou salta logo para a 3ª (da 2ª para a 1ª não pode haver problema porque não há outra mudança abaixo da 1ª)?
Note-se que o teste pode ser feito com a moto parada e, neste caso, a folga da corrente até pode ajudar. Assim, vê se a corrente dá um salto quando actuas o pedal das mudanças.
Como suponho que já foi dito, começa por verificar a folga da maneta da embraigem (sugestão: põe o motor a trabalhar, carrega na maneta a fundo, engrena a 1ª, mete a roda de trás no ar e verifica se ela fica parada).
Dias
Dias

Masculino Mensagens : 5267
Data de inscrição : 16/06/2010
Mota : Yamaha Cygnus RS (e Hyosung GV650iPro)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  maria em Ter 20 Set - 16:31

Dias escreveu:Para ser mais explícito, a minha dúvida é a seguinte.
Da minha (pouca) experiência com motos de mudanças, o problema mais comum é um que me parece ser precisamente o oposto do descrito pela maria, isto é, encontrar o ponto-morto. Assim, não percebi qual é o problema em passar da 1ª para a 2ª (e vice-versa). Fica no ponto-morto ou salta logo para a 3ª (da 2ª para a 1ª não pode haver problema porque não há outra mudança abaixo da 1ª)?

Na passagem da 1ª para a 2ª, a mudança pura e simplesmente não entra - fica num ponto algures entre o morto e a 2ª. Para baixo, acontece a mesma coisa. As outras entram mas não são fluídas, há sempre alguma resistência o que obriga a usar força extra.

maria
maria

Feminino Mensagens : 32
Data de inscrição : 04/08/2010
Mota : Suzuki Marauder 125

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  maria em Ter 20 Set - 16:34

Dias escreveu:@ maria
Vê MP.

Ainda não consigo rsp a MP.
Qt à questão prefiro leva-la à marca, acabei de a comprar e se houver algum problema tenho a garantia. De qq forma, obg

maria
maria

Feminino Mensagens : 32
Data de inscrição : 04/08/2010
Mota : Suzuki Marauder 125

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  Dias em Ter 20 Set - 16:45

OK! Mudanças dificeis 952112
Dias
Dias

Masculino Mensagens : 5267
Data de inscrição : 16/06/2010
Mota : Yamaha Cygnus RS (e Hyosung GV650iPro)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  vinnys em Ter 20 Set - 20:57

Estou a ficar num ponto em que será que a moto esteve parada e o óleo do motor está adulterado, ou que pior, seja insuficiente para os componentes do motor?

A título de curiosidade estou naquela se os níveis de óleo do motor estão normais :S
vinnys
vinnys

Masculino Mensagens : 1714
Data de inscrição : 01/06/2011
Mota : Roadwin 125 R

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  rcordeiro em Seg 3 Out - 22:41

Marco Machado escreveu:Verifica se a corrente está esticada e ainda em bom estado, pois na minha virago as mudanças andavam por assim dizer estranhas e depois de levar o kit de transmissão ficou com a caixa 5*, outra coisa que também pode ter influencia é a posição do pedal das mudanças pois pode estar numa posição em que não seja confortável para o pé. Mudanças dificeis 952112
na minha dt ás vezes meto a 6ª e ela cai para a 5ª, a 6ª muitas vezes nao engata bem, porque sera?

rcordeiro

Masculino Mensagens : 3
Data de inscrição : 03/10/2011
Mota : DTR 50 1998

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  Marco Machado em Ter 4 Out - 12:32

rcordeiro escreveu:na minha dt ás vezes meto a 6ª e ela cai para a 5ª, a 6ª muitas vezes nao engata bem, porque sera?
Isso já deve ser um problema de caixa mesmo aconselho uma visita ao mecânico

_________________
Não são permitidas quaisquer mensagens que violem o bom estatuto e harmonia existente neste forum.
Reserva-se o direito da Administração actuar perante situações consideradas inoportunas "

Regras de utilização
Marco Machado
Marco Machado
Adm
Adm

Masculino Mensagens : 10990
Data de inscrição : 10/08/2009
Mota : Yamaha Virago 125

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  C.Pleno em Sab 6 Set - 21:58

Tem acontecido com a minha CBR 125R novo modelo, que por vezes principalmente nas reduções de 5ª para 4ª, parece que fica numa zona neutra e dá uns estalinhos. É coisa de curta duração porque aciono a manete e com mais um toque resolvo, mas é estranho. Não acontece sempre mas de vez em quando... Será, como já li, problema da corrente com folga a mais??? Algum companheiro teve ou tem alguma experiência semelhante? Não será nabice minha, porque já ando em duas rodas há "bué" Mudanças dificeis 536420
Para além disso isto acontece há relativamente pouco tempo e a mota com 6.000 km não tem razão para ter a corrente marada, mas vou ver.
C.Pleno
C.Pleno

Masculino Mensagens : 143
Data de inscrição : 28/05/2012
Mota : Ex HONDA CBR 125r, Ex MH7 125

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  C.Pleno em Sab 13 Set - 12:06

C.Pleno escreveu:Tem acontecido com a minha CBR 125R novo modelo, que por vezes principalmente nas reduções de 5ª para 4ª, parece que fica numa zona neutra e dá uns estalinhos. É coisa de curta duração porque aciono a manete e com mais um toque resolvo, mas é estranho. Não acontece sempre mas de vez em quando... Será, como já li, problema da corrente com folga a mais??? Algum companheiro teve ou tem alguma experiência semelhante? Não será nabice minha, porque já ando em duas rodas há "bué" Mudanças dificeis 536420
Para além disso isto acontece há relativamente pouco tempo e a mota com 6.000 km não tem razão para ter a corrente marada, mas vou ver.
Ninguém que opine? Sad
C.Pleno
C.Pleno

Masculino Mensagens : 143
Data de inscrição : 28/05/2012
Mota : Ex HONDA CBR 125r, Ex MH7 125

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  Dias em Sab 13 Set - 17:08

Em vez de voltares a apertar a maneta da embraiagem, experimenta acertar as rotações, isto é, carregares no pedal das mudanças na altura em que o motor não está a fazer força (ou mantem a pressão no pé enquanto aceleras ou desaceleras para levar o motor a não fazer força).
Depois conta.
Dias
Dias

Masculino Mensagens : 5267
Data de inscrição : 16/06/2010
Mota : Yamaha Cygnus RS (e Hyosung GV650iPro)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  denver em Sab 13 Set - 17:52

C.Pleno escreveu:
C.Pleno escreveu:Tem acontecido com a minha CBR 125R novo modelo, que por vezes principalmente nas reduções de 5ª para 4ª, parece que fica numa zona neutra e dá uns estalinhos. É coisa de curta duração porque aciono a manete e com mais um toque resolvo, mas é estranho. Não acontece sempre mas de vez em quando... Será, como já li, problema da corrente com folga a mais??? Algum companheiro teve ou tem alguma experiência semelhante? Não será nabice minha, porque já ando em duas rodas há "bué" Mudanças dificeis 536420
Para além disso isto acontece há relativamente pouco tempo e a mota com 6.000 km não tem razão para ter a corrente marada, mas vou ver.
Ninguém que opine? Sad
se nao entra ha primeira na 4a faz mais forca no pé para baixo
denver
denver

Masculino Mensagens : 383
Data de inscrição : 16/09/2012
Mota : Suzuki GSF 600 Bandit S

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  PauloSilva em Dom 14 Set - 11:57

Maria tens as revisões em dia? Quando foi a ultima troca do oleo do motor que fizeste. Por norma deve-se trocar dos 1500km, mas há quem só troque aos 3000km. Isso que te está acontecer pode ser a mota a embraiar, já me aconteceu o mesmo.

Mas tenta ires andar e meter as mudanças calmamente de primeira para segunda, faz bem força no pé  Mudanças dificeis 952112
PauloSilva
PauloSilva

Masculino Mensagens : 47
Data de inscrição : 08/06/2014
Mota : Yamaha DTX 125 ; Kymco Movie 50

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  Dias em Sex 19 Set - 16:55

Ainda não tive resposta, mas acho que este tópico interessa a muito mais pessoas.
Volto a repetir que não sou mecânico, pelo que quem, por direito próprio, tiver alguma coisa a contrapor, faça favor de se chegar à frente.

Tanto as caixas de velocidade, como as embraiagem das motos, não são iguais às dos enlatados.

Enquanto que os carrêtos do veio secundário das caixas de velocidade dos enlatados têm umas coisas chamadas de "sincronizadores" (uma espécie de anel, ou roda dentada intermédia, em material resistente à fricção, cónico dos dois lados, que "acerta" a velocidade de rotação antes da ligação mecânica definitiva), no caso das motos a ligação é feita "à bruta" através dos "dogs" (agora já percebem o que quer dizer "meter mudanças à cão").

Enquanto a embraiagem dos enlatados é do tipo "mono-disco a sêco", as motos têm "multi-discos em banho de óleo". Não vou entrar nas vantagens/desvantagens, porque o importante é perceber as diferenças no funcionamento. Mas, antes disso e para se perceber a diferença, tenho que falar de um disparate que muita gente faz (e que eu já fiz!!!)...
Já muita gente se apercebeu como, às vezes, é difícil desapertar alguns parafusos. Assim, e com a melhor das intensões, untam os parafusos com óleo... na esperança que seja mais fácil desapertá-los quando for preciso!
Asneira!
Como já escrevi acima, já deu para perceber que aprendi à minha custa que é asneira!
Já sei que isto é "contra-natura", mas, se tiverem uma chave dinamométrica, experimentem a apertar o parafuso "a sêco" com um determinado binário e depois vejam qual é o binário que têm que aplicar para o desapertar. Depois, untem bem o parafuso com óleo, voltem a apertá-lo com o mesmo binário, esperem uns minutos e... não se admirem se precisarem de fazer 2-3 vezes mais força para o desapertar!
O que é que aconteceu?
Enquanto se aperta, o parafuso está lubrificado e escorrega que é uma maravilha. Só que, uma vez apertado, o lubrificante, devido à pressão, vai-se embora das superfícies em contacto e já lá não está quando queremos desapertar!

Nota: Antes que me matem, não estou a dizer que os parafusos devem ser apertados "a sêco", mas também não estou a tentar ensinar como é que se aperta uma cabeça de motor.

Isto tudo para dizer que o mesmo acontece, a toda a hora, na embraiagem das motos! Bem podem carregar na maneta, mas, a maior parte das vezes, os discos estão colados (o óleo não serve para eles escorregarem, mas para não griparem)!

Assim, se no enlatado se carrega na embraiagem, os carrêtos ficam soltos, os sincronizadores acertam as velocidades de rotação e funciona tudo às mil-maravilhas, já numa moto, bem se pode apertar a maneta, que os discos podem continuar colados, os "cães" podem continuar presos (ou não passarem para o outro lado) e a mudança não sai (ou não entra)!

Como é que se resolve isto (quando acontece; e já vimos que acontece a muita gente)?
Simples:
- "Tirar" a mudança sem que o motor esteja a fazer força.

Explicação: Não é preciso embraiagem para nada... o "cão" sai assim que não tenha binário aplicado.

- "Meter" a mudança que se quer, acelerando/desacelerando, na altura em que as rotações estão certas.

Explicação: Mais uma vez, não é preciso a embraiagem para nada... o "cão" entra quando as rotações estiverem certas.

----------------------

Importante:
Se quizerem experimentar, façam-no a meter "uma acima", porque (geralmente) basta desacelerar e já está. Para meter "uma abaixo"... quando estamos a querer diiminuir a velocidade antes da parede... assusta! É que é preciso acelerar!!!
Dias
Dias

Masculino Mensagens : 5267
Data de inscrição : 16/06/2010
Mota : Yamaha Cygnus RS (e Hyosung GV650iPro)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  C.Pleno em Ter 23 Set - 20:56

Dias escreveu:Ainda não tive resposta, mas acho que este tópico interessa a muito mais pessoas.
Volto a repetir que não sou mecânico, pelo que quem, por direito próprio, tiver alguma coisa a contrapor, faça favor de se chegar à frente.

Tanto as caixas de velocidade, como as embraiagem das motos, não são iguais às dos enlatados.

Enquanto que os carrêtos do veio secundário das caixas de velocidade dos enlatados têm umas coisas chamadas de "sincronizadores" (uma espécie de anel, ou roda dentada intermédia, em material resistente à fricção, cónico dos dois lados, que "acerta" a velocidade de rotação antes da ligação mecânica definitiva), no caso das motos a ligação é feita "à bruta" através dos "dogs" (agora já percebem o que quer dizer "meter mudanças à cão").

Enquanto a embraiagem dos enlatados é do tipo "mono-disco a sêco", as motos têm "multi-discos em banho de óleo". Não vou entrar nas vantagens/desvantagens, porque o importante é perceber as diferenças no funcionamento. Mas, antes disso e para se perceber a diferença, tenho que falar de um disparate que muita gente faz (e que eu já fiz!!!)...
Já muita gente se apercebeu como, às vezes, é difícil desapertar alguns parafusos. Assim, e com a melhor das intensões, untam os parafusos com óleo... na esperança que seja mais fácil desapertá-los quando for preciso!
Asneira!
Como já escrevi acima, já deu para perceber que aprendi à minha custa que é asneira!
Já sei que isto é "contra-natura", mas, se tiverem uma chave dinamométrica, experimentem a apertar o parafuso "a sêco" com um determinado binário e depois vejam qual é o binário que têm que aplicar para o desapertar. Depois, untem bem o parafuso com óleo, voltem a apertá-lo com o mesmo binário, esperem uns minutos e... não se admirem se precisarem de fazer 2-3 vezes mais força para o desapertar!
O que é que aconteceu?
Enquanto se aperta, o parafuso está lubrificado e escorrega que é uma maravilha. Só que, uma vez apertado, o lubrificante, devido à pressão, vai-se embora das superfícies em contacto e já lá não está quando queremos desapertar!

Nota: Antes que me matem, não estou a dizer que os parafusos devem ser apertados "a sêco", mas também não estou a tentar ensinar como é que se aperta uma cabeça de motor.

Isto tudo para dizer que o mesmo acontece, a toda a hora, na embraiagem das motos! Bem podem carregar na maneta, mas, a maior parte das vezes, os discos estão colados (o óleo não serve para eles escorregarem, mas para não griparem)!

Assim, se no enlatado se carrega na embraiagem, os carrêtos ficam soltos, os sincronizadores acertam as velocidades de rotação e funciona tudo às mil-maravilhas, já numa moto, bem se pode apertar a maneta, que os discos podem continuar colados, os "cães" podem continuar presos (ou não passarem para o outro lado) e a mudança não sai (ou não entra)!

Como é que se resolve isto (quando acontece; e já vimos que acontece a muita gente)?
Simples:
- "Tirar" a mudança sem que o motor esteja a fazer força.

Explicação: Não é preciso embraiagem para nada... o "cão" sai assim que não tenha binário aplicado.

- "Meter" a mudança que se quer, acelerando/desacelerando, na altura em que as rotações estão certas.

Explicação: Mais uma vez, não é preciso a embraiagem para nada... o "cão" entra quando as rotações estiverem certas.

----------------------

Importante:
Se quizerem experimentar, façam-no a meter "uma acima", porque (geralmente) basta desacelerar e já está. Para meter "uma abaixo"... quando estamos a querer diiminuir a velocidade antes da parede... assusta! É que é preciso acelerar!!!
Por coincidência, não tenho tido o problema que me levou a escrever sobre este tema. Eu reduzia muito em cima e agora começo a reduzir um pouco antes de chegar ao obstáculo (curva, cruzamento, etc), talvez por isso esteja a notar a diferença de comportamento.
C.Pleno
C.Pleno

Masculino Mensagens : 143
Data de inscrição : 28/05/2012
Mota : Ex HONDA CBR 125r, Ex MH7 125

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  SL125 em Qui 25 Set - 16:54

Corrente lubrificada nem demasiado esticada nem demasiado folgada, bem como lubrificação das rótulas do tirante do pedal de mudanças são meio caminho andado para as mesmas entrarem bem.
Mudanças dificeis 952112
SL125
SL125

Masculino Mensagens : 627
Data de inscrição : 12/06/2010
Mota : Keeway's Superlight 125 II e Landcruiser 250

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mudanças dificeis Empty Re: Mudanças dificeis

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum