F125cc.com
Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO F125cc10
Novembro 2019
SegTerQuaQuiSexSabDom
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930 

Calendário Calendário

Tempo
ipma.pt-Google pagerank and Worth
Como chegaste ao F125cc?
Preços dos Combustíveis


Quem está conectado
55 usuários online :: 2 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 53 Visitantes :: 2 Motores de busca

Carekinha, fa1ska

O recorde de usuários online foi de 326 em Qua 16 Maio - 22:19

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO

Ir em baixo

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO Empty Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO

Mensagem  Ivo Max em Dom 23 Jan - 23:19

AF1 - 125 PROJECT 108 1986

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO AF1-125_PROJECT108-1986
Versão não comercialisada em Portugal

Este modelo foi o primeiro de uma familia de grande sucesso, foi apresentada na EICMA de 1985 e comercializada a partir de 1986 esta versão serviu de base para refinar o conceito. Foram produzidas apenas algumas centenas de unidades.
Esta primeira versão estava equipada com uma forqueta convencional e tinha 2 discos de travão anterior com um diametro de 240 mm e pinça de duplo pistão, o braço oscilante tambem era convencional e travão posterior com disco de 240 mm e pinça de duplo pistão.
O motor deriva directamente do modelo anterior a AS-R apenas com modificações na escape, carburação e caixa filtro de ar.

AF1 - 125 PROJECT 108 1987

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO Aprilia%20AF1-125_87

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO Aprilia%20AF1-125_87-1
Versão não comercialisada em Portugal

Esta versão que seria a definitiva e que seria disponibilizada para o mercado mundial foi apresentada no Salão de Bolonha em Dezembro de 1986 e entraria em comercialização em Abril de 1987, esta versão assinala a tomada defenitiva da dianteira do mercado das 125 pela Aprilia.
Relativamente á anterior topo de gama comercializada mundialmente a AS-R a AF1 mantem unicamente o comprovado propulsor Rotax 127 que foi actualizado para esta versão, por sua vez a ciclistica e equipamento de bordo são completamente ineditas.

Esta versão ficou caracterizada pelo seu belo mono-braço uma estreia absoluta numa 125 de estrada. Esta versão foi apresentada numa altura em que a cada 6 meses saía uma 125 nova e portanto já no final de 1987 a Aprilia já apresenta no seu catalogo uma nova versão com nova carenagem e duplo farol.

Esta versão participaria com imenso sucesso no Campeonato Italiano de Velocidade na categoria de "Sport Production" onde Silvano Levantini se sagra campeão no final da epoca.

A MOTO EM BREVE

A AF1 - Project 108 apresenta-se com uma linha inspirada na de Reggiani que compete no Campeonato Mundial de 250cc. A envolvente carenagem dotada de grandes entradas de ar deixa bem á vista as belas duplas traves do novo quadro e assemelhando-se á moto de grande premio, completando o conjunto o acabamento inferior da carenagem que cobre por completo o escape.
A bela e bem proporcionada parte superior da carenagem cobre o novissimo conjunto de manometros produzido no japão (muito similar aos utilizados pelos modelos de topo das suzuki da epoca) incluindo tambem um indicador de nivel de combustivel.
O deposito de combustivel em metal integra-se perfeitamente com as tampas posteriores laterais formadas por uma unica peça. Ao lado do deposito nos flancos internos entre a carenagem e o quadro, acede-se ao deposito de oleo do "auto-lube" e ao bocal do circuito de refrigeração.

Na triangulação central do quadro encontra-se a caixa do filtro de ar no lado direito e do lado esquerdo está colocada a bateria. O banco protegido com fachadura é removivel e dá acesso ao porta ferramenta e documentos.

A qualidade dos plasticos e da montagem é muito boa, acima da media da altura, o mesmo pode ser dito em relação á pintura e aos comandos electricos produzidos em Italia sem duvida que mais de um ano de desenvolvimento deu os seus frutos.

CICLISTICA

O quadro da AF1 de dupla trave é completamente inedito para a altura. As duas traves são em tubo perfilado de secção retangular e, como nas motos de grande premio, ligam de forma rectilinea a coluna de direcção ao encaixe do braço oscilante. A estrutura inferior e o sub-quadro são contruidas em tubo quadrado igualmente em aço.
O mono-braço é uma absoluta estreia nas 125 de estrada é construido em chapa de aço e acoplado ao amortecedor de topo da altura, com o sistema patenteado de bielas APS.
O quadro completo com mono-braço e amortecedor pesa 27 Kg.

A forqueta projectada e desenvolvida pela Aprilia é uma forqueta convencional hidraulica com bainhas de 36 mm e caracterizada pelo sistema HPF (Hidraulic Power Fork), na verdade dispõe do indispensavel sistema, na moda nos anos 80 , de anti-afundamento sendo regulavel em quatro posições.

O sistema de travagem está agora entregue á Brembo sendo composto por um disco anterior de 260 mm com pinça de duplos pistões paralelos e o posterior é composto por um disco de 240 mm igualmente com pinça de duplo pistão mas opostos.

Ineditas tambem para a altura as jantes de 3 braços com 16" que montavam na altura os desportivos pneus Metzeler MBS nas dimensões 100/80-16 anterior e 120/80-16 posterior.

Resumindo um optimo produto com alma, e uma ciclistica que faz esquecer a sensação de demasiada leveza e falta de precisão que caracterizavam as melhores produções das 125cc anteriores.
Peso do conjunto em ordem de marcha: 134 Kg

MOTOR

O motor o Rotax 127 na versão de estrada é exactamente o mesmo que equipava a AS-R mas com algumas modificações que aumentaram significativamente as suas prestações.
Devido ás modificações efectuadas, o propulsor da AF1 debita 27,88cv á rota ás 10000 RPM, um sensivel aumento de potencia relativo aos 20,71cv ás 9500 RPM debitados pela AS-R.
Potencia maxima á parte, a diferença mais evidente resulta de uma curva de potencia decisamente mais forte nos regimes mais altos, mas tambem mais viva nos regimes mais baixos e medios.
Em relação á velocidade maxima, cumplice tambem uma carenagem mais aerodinâmica, a AF1 atinge uma velocidade de 155km/h contra os 140km/h da precedente.
Ivo Max
Ivo Max

Masculino Mensagens : 229
Data de inscrição : 13/12/2010
Mota : RSV Mille 2000

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO Empty Re: Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO

Mensagem  Ivo Max em Seg 24 Jan - 13:33

AF1 - 125 PROJECT 108 SUPER 1988

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO AF1-125%20SUPER-88
Versão não comercialisada em Portugal

AF1 - 125 PROJECT 108 REGGIANI REPLICA 1988

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO AF1-125%20REPLICA-88

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO AF1-125%20REPLICA_2-88

Apresentadas no Salão de Milão em 87 e comercializadas em Dezembro de 87, as novas AF1 Project 108 Super e Reggiani Replica são um ligeiro "restyling" da AF1 Project 108 apresentada um ano antes e se diferenciam entre elas só pela cor.
Dotadas de uma nova parte superior da carenagem com um belo farol duplo (finalmente homologado tambem em Italia) em vez do anterior trapezoidal e de algumas melhorias tecnicas, a nova Project 108 substitui a precedente versão de 87 relativamente á qual ganha tambem prestações ligeiramente superiores.
A versão Super è caracterizada por aplicações de cor berrantes, mas tipicamente Aprilia, enquanto a versão denominada Reggiani Replica è dedicada á AF1 250 que Loris Reggiani em 30 de Agosto de 1987 leva pela primeira vez á vitoria, vencendo o Grande Premio de San Marino. A Reggiani Replica é vulgarmente recordada e chamada de “A Replica”.
A Project 108 de 88 partecipará no campeonato Sport Production de 88, mas no curso da estação é substituida pela AF1 Sintesi que tambem a substitui comercialmente.

A MOTO EM BREVE

A Project 108 de 88 diferencia-se só da Project 108 de 87 pela nova e mais ampla parte superior da carenagem caracterizado por um vistoso duplo farol em vez do precedente trapezoidal. Em ambas as decorações é proposto tambem uma desportiva tampa do passageiro que contribui para dar uma nota decisivamente "racing".
Não existem outras modificações.

CICLISTICA

A RR monta a mesmissima ciclistica da anterior Project 108. O peso do conjunto tambem se manteve inalterado.

MOTOR

O propulsor è a ultima evolução do Rotax 127, antes de ser substituido pelo Rotax 123 montado na AF1 Sintesi. As evoluções efectuadas, elevam agora a uma potencia maxima á roda de 29,24cv ás 10.250 RPM em vez dos 27,88 ás 10.000 RPM da AF1, todavia uma versão ainda mais potente deste motor, que já tinha uma curva de potencia "pontuda"
acabou por aumentar ainda mais esse efeito, apesar de não ter tido percas nos baixos regimes.
A velocidade maxima atingida confirma a melhor da classe e chega aos 160.5Km/h (primeira 125 de serie a ultrapassar esse limite) em vez dos 155km/h atingidos pela AF1.
Ivo Max
Ivo Max

Masculino Mensagens : 229
Data de inscrição : 13/12/2010
Mota : RSV Mille 2000

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO Empty Re: Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO

Mensagem  Ivo Max em Ter 25 Jan - 0:42

AF1 - 125 SINTESI - 1989

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO AF1%20SINTESI%20125%201989

AF1 - 125 SINTESI REPLICA- 1989

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO AF1-125%20SINTESI_REPLICA-89

Apresentada a 8 Junho de 1988 na Sardenha e comercializada imediatamente depois em Italia, em Portugal só após Março de 1989, a AF1 Sintesi é talvez a 125 de serie que mais conjuga num unico conjunto tantas novidades técnicas.

1988 é um ano fundamental para as marcas Italianas enpenhadas nas produções de oitavo de litro: nunca como nesse ano se vêm tantas novidades que tornam totalmente obsuletos os modelos apresentados só um ano antes. Cagiva destaca-se do grupo apresentando a Freccia C10R que só uma actualização da valida C9, mas a Gilera e a Honda-Italia apresentam respectivamente as ineditas MX-1 e NSR-F que são um enorme passo á frente em relação aos modelos precedentes.

Aprilia com a AF1 Sintesi no entanto coloca-se um passo á frente da concorrencia: linha inspirata na esplendida AF1 - 250, quadro dupla trave em aluminio, forqueta invertida de 38mm, mono-braço e suspensão com sistema APS, jantes de 17”, disco unico anteriore flutuante de 320mm com pinça de quatro pistões e novo motor Rotax 123 dotado de valvula escape RAVE 2, são o cartão de visita da nova oitavo de litro da casa de Noale. A Sintesi é a moto mais tecnologica de 1988.

A Sintesi participa com sucesso no campeonato Sport Production de 88 onde apesar de inscrita a meio da epoca obtem optimos lugares e vitorias que no final da epoca lhe valem o terceiro lugar da tabela com o piloto de testes oficial Aprilia Claudio Pellizzon.

Como tradição Aprilia, esta versão da Sintesi permanece em produção pouco mais de um ano para ser actualizada pelo modelo de 89 (1990 em Portugal) que terá tambem uma belissima decoração Replica e uma versão Sport dedicada ás provas Sport Production.

Os exemplares produzidis nos primeiros dois/trêz meses - identificaveis pela sigla de modificação "A" (o de base) e "B" - tinham o tampão do deposito no lado direito e não tinham o respiro no lado oposto (o respiro era só o do tampão do deposito), as siglas "A" e "B" só se referem á AF1 125 Sintesi e não á AF1 Sintesi Replica. Com a entrada em produção das AF1 125 Sintesi com sigla de modificação "C" teve inicio a montagem dos depositos com o tampão do lado esquerdo e o respiro externo no lado direito: esta versão foi produzida seja na decoração Sintesi, quer na Replica por todo o ano de 1988.

A MOTO EM BREVE

A AF1 Sintesi é definida, por muitos, como a replica de baixa cilindrada da exclusiva Honda RC30 nascida para as provas de resistencia, e de facto tem muitas semelhanças: o duplo farol anterior de halogeno, o mono-braço, o generoso sistema de travagem, a carenagem em "tecnopolimero" aperfeiçoada em tunel de vento e o banco do passageiro na cor das tampas laterais para parecer como uma moto mono-posto.

A qualidade dos plasticos e o nivel de acabamento é muitissimo bom e os melhores componentes presentes na precedente AF1 são mantidos, a bela e completa instrumentação prodotta e os comandos eletricos mantêm-se os mesmos montados na Project 108. Melhorados, por sua vez, os espelhos retrovisores que são agora mais bem conseguidos ao nivel de design e o duplo farol anterior que tem um diametro maior relativo ao montado no modelo precedente.

Para facilitar as intervenções de manutenção, o deposito é agora rebativel (após se desapertar um fixador) e pode ser mantido numa posição elevada, graças a uma haste, e assim dando acesso á bateria (agora colocada junto á coluna de direcção), ao deposito do liquido de refrigeração e obviamente á vela. Levantando o banco do conductor, protegido por fechadura, acede-se ao porta-ferramentas e ao deposito do oleo de auto-lube. A caixa do filtro de ar encontra-se sempre do lado direito como na Project 108 e è facilmente acessivel.

CICLISTICA

A ciclistica representa uma evolução enorme em relação á AF-1 Project 108:

O belissimo quadro de dupla trave diagonal em aluminio muito mais rigido e leve que o anterior da AF-1 Project 108.
A forqueta invertida de 38mm è completamente nova e continua não regulavel: a sua utilização obrigou á alteração do desenho das mesas, sempre de design elegante.
O mono-braço em chapa de aço e a valida suspensão posterior progressiva APS, mantem-se os mesmos da Project 108.
O sistema de travagem agora adopta na frente um novissimo e esplendido disco flututante de 320mm (estreia absoluta entre as 125cc) e dotado de uma pinça de quatro pistões de diametro diferenciado. No posterior mantem-se o valido disco de 240mm com pinça de duplo pistão da precedente AF1. As belissimas novas jantes 17”, têm montados os comprovados Pirelli MT 79 respetivamente nas medidas: 100/80-17 anterior e 130/70-17 posterior.

O peso em ordem de marcha baixa para 131kg, contra os 134kg da Project 108.

MOTOR

O novo Rotax 123 substitui o 127 e mostra-se como um propulsor extremamente fiavel e com uma longa vida util sendo utilizado até finais de 1994, com as devidas actualizações, a sua ultima versão foi a da RS Extrema. Para além das modificações efectuadas, o propulsor da Sintesi revela uma potencia maxima á roda de 28.66cv ás 10500 RPM, menos um pouco em termos de potencia absoluta relativo ao Rotax 127 montado na AF1 Replica (29,24cv ás 10250 RPM), mas todas as vantagens de uma curva de potencia agora decisivamente mais cheia nos baixos e medios regimes e portanto mais utilizavel, graças tambem aos raport´s revistos.
Até a velocidade maxima melhora 163,9km/h em vez dos 160,5km/h atingidos pela AF1 Replica.
Ivo Max
Ivo Max

Masculino Mensagens : 229
Data de inscrição : 13/12/2010
Mota : RSV Mille 2000

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO Empty Re: Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO

Mensagem  Ivo Max em Qui 27 Jan - 23:04

AF1 - 125 SINTESI - 1990

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO AF1-125%20SINTESI_90

AF1 - 125 SINTESI RÉPLICA - 1990

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO AF1-125%20SINTESI-REPLICA_90

Apresentada a 3 de Dezembro de 88 no Salão de Bolonha e comercializada após Maio de 89 em Italia em Portugal só em finais de 1989 a AF1 Sintesi de 90 é uma evolução do modelo precedente.
A versão de 90 apresenta-se ligeiramente actualizada quer esteticamente, com uma parte superior da carenagem diferente, quer mecanicamente com a adopção de uma valvula de escape de controlo electronico.

As novas decorações são caracterizadas por cores que formam um esquema muito vivo para a Sintesi normal e uma fabulosa decoração Replica inspirada na 250 GP de Didier De Radigues (com o nº 4 na traseira).

A Sintesi de 90 mostra-se tambem uma moto competitiva e vence com Davide Bulega o campeonato italiano de Sport Production 125 na categoria sub-21.
A Sintesi será substituida pela AF1 Futura, apesar de que a ultima Sintesi produzida é a Sport-Pro dedicada aos que querem competir no campeonato Sport Production.

A MOTO EM BREVE

A Sintesi modelo de 90 não se apresenta muito diferente da anterior, salvo as poucas modificações efectuadas lhe tenham dado um "look" mais moderno e desportivo. Vejamos as modificações:
• Parte superior da carenagem com novo design agora mais afiado e sempre dotado de um duplo farol, mas de diametro mais pequeno.
• Nova mesa de direcção com o logo "AF1" no centro da mesa e novos semi-guiadores mais baixos.
• Novos manometros com estilo "racing" da Veglia, que todavia perde o sempre util indicador de nivel de combustivel presente nos manometros das anteriores AF1 e talvez considerado demasiado “turistico” pela Aprilia.
• Novo deposito combustivel com tampão estilo aeronautico.

CICLISTICA

A ciclistica não apresenta diferenças em relação á Sintesi de 89, salvo a taragen das suspensões.
A Sintesi de 90 tem um peso em ordem de marcha de 130kg. (131kg na versão de 89).

MOTOR

O motor da Sintesi de 90 continua o Rotax 123 montado na precedente, mas as modificações efectuadas pelos técnicos Aprilia contribuiram notavelmente para o tornar não só mais potente, mas tambem mais docil e mais economico nos consumos. Após as modificações efectuadas a potencia maxima á roda aumenta para 29,7cv ás 10500 RPM em vez dos 28,66cv ás 10500 RPM debitados pela Sintesi de 89. De notar como o optimo trabalho de afinação do motor tenha produzido não só um motor mais potente, mas tambem muito mais docil.

A Sintesi de 90 não é só mais docil e potente que a versão precedente, mas tambem mais veloz, registando uma velocidade maxima recorde para a categoria de 166,2 km/h (163,9km/h na versão de 89).
Ivo Max
Ivo Max

Masculino Mensagens : 229
Data de inscrição : 13/12/2010
Mota : RSV Mille 2000

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO Empty Re: Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO

Mensagem  Ivo Max em Qui 10 Fev - 13:53

AF1 - 125 SINTESI SPORT PRO - 1990 (Serie limitada)

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO AF1-125%20SINTESI%20SPORT

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO Af1%20sintesi%20125%2090

Apresentada em 18 Outubro de 89 e comercializada imediatamente, a AF1 Sport-Pro é o canto do cisne da serie Sintesi.

Nascida para celebrar o sucesso de Davide Bulega com a Sintesi de 89 no campeonato Sport Production sub-21, a Sport-Pro só é produzida na desoração branco/vermelho/azul com um para-lamas anterior verde flurescente. O para-lamas é decisivamente distinto na Sport-Pro e presta homenagem á habilidade dos designers Aprilia ao combinarem cores assim diferentes mas todavia criando um conjunto de indubitavel fascinio e gosto.

A Sport-Pro é a primeira Aprilia dedicada a quem quem iniciar-se nos campeonatos de Sport Production, sendo de venda livre mesmo para os que não têm licença desportiva.
Decoração á parte, relativa ao modelo de 90, a Sport-Pro oferece só uma melhor afinação geral.
A ciclistica não tem suspensões regulaveis e não são usados componentes diferentes á excepção de um carburador VHSB 34 em vez do precedente PHBH 28 e de um novo escape.

Em Febereiro de 90, a Aprilia apresenta a nova AF1 Futura que sucede a Sintesi e que será igualmente inscrita no campeonato Sport Production de 90. Apesar das duas motos serem muito similares nas prestações e dotes técnicos, a Futura tem a vantagem na ciclistica e sobretudo uma posição de condução bem mais desportiva que a Sport e assim mais adaptada á condução em pista.

A MOTO EM BREVE

Se se exceptuar a conseguida decoração, a AF1 Sport-Pro apresenta-se praticamente identica á AF1 Sintesi de 1990.
A unica e notavel diferença é a tampa que cobre o banco do passageiro.

CICLISTICA

A ciclistica mantem-se substancialmente inalterada relativo á Sintesi de 90, tendo sido adoptadas modificações menores:
• Geometria da direcção diferente com um angulo de inclinação de 25,5º e um trail de 92mm (26º e 95mm na Sintesi de 90).
• A forqueta invertida de 38mm continua a mesma, mas adopta uma afinação mais dura (o mesmo no amortecedor).

O peso tambem se manteve inalterado.

MOTOR

O propulsor é o Rotax 123 montado na Sintesi de 1989 dotado de valvula RAVE de controlo electronico, apesar de ter sido objecto de algumas pequenas modificações.
Com as modificações efectuadas, o propulsor da AF1 Sport-Pro torna-se mais potente e propenso a alongar as rotações os dados confirmam a evolução em termos de potencia maxima: a AF1 Sport-Pro debita uma potencia maxima á roda de 31,23cv ás 10500 RPM contra os 29,7 ás 10500 RPM da Sintesi 90.

A velocidade maxima é a mais alta da categoria: 168,3 km/h contra os 166,2 km/h da Sintesi 90.
Ivo Max
Ivo Max

Masculino Mensagens : 229
Data de inscrição : 13/12/2010
Mota : RSV Mille 2000

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO Empty Re: Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO

Mensagem  Ivo Max em Ter 15 Fev - 0:22

AF1 - 125 FUTURA - 1990

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO AF1-125%20FUTURA-90
Dependendo da versão poderia ser equipada com espelho brancos (Full-power) ou pretos.

AF1 - 125 FUTURA NERA - 1990

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO AF1-125%20FUTURA%20NERA-90
Versão não comercialisada em Portugal

Apresentada a 5 Fevereiro 1990 e comercializada imediatamente depois em Italia, em Portugal só aposto Junho, a AF1 Futura representa a evolução do comprovado projeto AF1 Sintesi revisto de forma mais moderna e decisivamente mais “anos 90”. A linha moderna torna a Futura imediatamente reconhecivel relativamente á ao modelo precedente, apesar que a nivel técnico as actualizações efectuadas pelos tecnicos Aprilia sejam de continuidade em vez de rotura.
A Futura apresenta-se assim como uma actualização com base na Sintesi e é mais uma vez testemunha do grande exito dos designers Aprilia ao propor decorações originais e vivas: de facto ao confrontar as duas decorações propostas da a impressão de se estar á frente de dois modelos completamente diferentes.

Diferenças esteticas á parte, a verdadeira alteração relativa á Sintesi é representado por um acerto extremamente rigido e por dois semi-guiadores numa posição alterada a Futura uma desportiva sem compromisso. O ano 1990 é de facto o ano que vê a confirmação das desportivissimas Cagiva Mito e Gilera SP 02, moto acima de tudo pensadas para o uso em pista e não para uso em estrada. Mas aos 16/18 anos quem não considerava o classico trajeto casa-escola uma especie de pista?

A Futura conhece um extraordinario sucesso de vendas nas versões preparadas para as provas Sport Production – não existia uma versão dedicada – em 1990 vence o campeonato Italiano Sport Production nas categorias sub-21 com um extremamente jovem Massimiliano Biaggi e +21 com Paolo Aicardi.
Em 1991 uma nova versão da Futura substitui a Futura de 90.

A MOTO EM BREVE

A linha da Futura apresenta-se imediatamente moderna e muito harmoniosa. As diferenças relativamente á Sintesi de 90 são tantas e facilmente reconheciveis numa carenagem de forma diferente que junto com um novo deposito agora a fazer juz ás esplendidas traves do quadro em aluminio.
O farol duplo da Sintesi de 90, é mudado por um farol de halogenio trapezoidal inserido num carenagem ligeiramente mais amplo. Até a traseira foi objeto de profunda atenção e está agora dotada de um aspeto mais moderno e funcional.
O banco do passageiro, protegido por fechadura, abre separadamente do banco do condutor (abre atravéz de um parafuso para dar acesso á centralina) e dá acesso a um pratico vão porta-objetos e ao deposito de auto-lube.
A colocação da bateria permanece debaixo do deposito junto á coluna de direcção e naturalmente, o deposito continua removivel e dotado de uma haste para o manter em posição elevada.
A assinalar a presença de uma separação de plastico preto colocada entre o motor e a nova caixa de ar agora colocada debaixo do deposito. Os comprovados manometros Veglia já montados na Sintesi 90 e os comandos electricos mantem-se os mesmos.

CICLISTICA

O quadro è essencialmente o mesmo esplendido quadro em aluminio de traves portantes da Sintesi, apesar que na Futura se distingue pelo aumento da curvatura atráz da coluna de direcção e o aparecimento de uma trave que suporta um quarto apoio para o cilindro. A geometria da direcção volta a ser a mesma da Sintesi 90 e assim adoptando um angulo de inclinação da coluna de direcção de 26º e um trail de 95mm (25,5º e 92mm na AF1 Sport).
A forqueta permanece a mesma montada na Sintesi, mas agora com uma afinação mais rigida e de uma diferente travagem na fase de retorno. O mono-braço e a suspensão posterior - taragem diferente - permanecem os mesmos da serie precedente.
No sistema de travagem não subsistem variações, apenas a bomba anterior á agora uma mais desportiva com deposito separado em vez da tradicional montada em todas as Sintesi.
De notar as jantes com novo de cinco braços.

O peso em ordem de marcha é de 126Kg (130Kg na AF1 Sport).

MOTOR

O propulsor sempre o Rotax 123 com carburador de secção oval de 34mm montado na AF1 Sport, mas objeto de algumas pequenas modificações para o tornarem mais "tratavel" a medios e baixos regimes, mas sem comprometer a potencia maxima. As intervenções efectuadas tornaram o motor da Futura ligeiramente mais docil e forte nos regimes baixos e medios, apesar de em termos de prestações absolutas reveladas são praticamente os mesmos que da Sintesi Sport.
A Futura revela de facto uma potencia maxima á roda de 31,03cv ás 10.500 RPM (31,23cv ás 10.500 RPM para a Sport).
A velocidade maxima registada é de 164,15 km/h contra os 168,3 km/h registados pela Sport.
Ivo Max
Ivo Max

Masculino Mensagens : 229
Data de inscrição : 13/12/2010
Mota : RSV Mille 2000

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO Empty Re: Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO

Mensagem  Ivo Max em Sab 5 Mar - 19:31

AF1 - 125 EUROPA 1990

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO Aprilia%20EUROPA

Apresentada em Noale no mes de Abril de 1990 e comercializada de imedicto, a Europa 125 representa uma escolha bem diferente das esasperadas oitavo de litro carenadas ás quais a casa de Noale tinha habituado a sua clientela. Talvez a ideia dos homens da Aprilia fosse de apresentar uma alternativa á NSR-F esperando de combater esse nicho de mercado. Ou talvez a ideia no fundo era de propor uma moto de "look" mais pacifico do que as primas AF1 Sport-Pro e AF1 Futura e assim pensada para atrair os amantes das "cafe-racers", tambem por isso os seus pais (quase sempre os financiadores!) nem sempre prontos a metere nas mãos dos filhos dei misseis carenados capazes de atingir 170Km/h.
De qualquer modo não é necessario falsas modestias: de pacifico a AF1 Europa só tem o "look", sendo para todos os efeitos uma versão sem carenagem da potente AF1 Futura de 90 e com a qual compartilha a ciclistica e a mecanica.

A Europa não serà um suceso comercial e não terá nenhum novo modelo ou versão, apesar de se poder considerar decisivamente á frente para o seu tempo e antecipando assim o filão das modernas-classicas que tanto em moda estarão poucos anos mais tarde.

A MOTO EM BREVE

A linha da Europa apresenta-se muito classica e elegante e decisivamente anos 70, com um belo farol redondo e uns manometros de desenho classico que compartilha com a custom Red Rose. As poucas sub-estruturas são sepecificas para esta moto, o deposito (sempre rebativel) è o mesmo de metal da Futura. A disposição dos acessorios (deposito de oleo, bateria, etc…) permanece a mesma da Futura, apesar de que a caixa de ar agora não tenha tomada de ar dinâmica sendo a moto sem di carenagem.
O peso em ordem de marcha é de 110kg (126 kg na Futura).

CICLISTICA

Não existem diferenças relativo á Futura, com excepção do trail de 100mm (95mm na Futura) e a presença de uma bomba travão anterior tradicional, em vez da com o deposito separado da Futura. A forqueta tem uma taragem mais "soft" relativo á prima carenada.

MOTOR

O propulsor da Europa permanece exactamente o mesmo montado na Futura de 90, mas as pequenas modificações efectuadas e os raport´s mais curtos tornam o propulsor da Europa não só mais conforme com o espirito mais tranquilo da moto, mas tambem mais propenso ás altas rotações. A potencia maxima revelada á roda é de 30,06cv ás 11.250 RPM, em vez dos 31,03cv ás 10.500 RPM da Futura.
A velocidade maxima atingida é de 153,8 Km/h (164,15 Km/h da Futura).
Ivo Max
Ivo Max

Masculino Mensagens : 229
Data de inscrição : 13/12/2010
Mota : RSV Mille 2000

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO Empty Re: Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO

Mensagem  veiga em Sab 5 Mar - 19:34

A Europa era lindíssima! Reparem como uma moto já com uma carrada de anos se mantém tão actual. Incrível!

veiga
veiga

Masculino Mensagens : 2876
Data de inscrição : 26/11/2009
Mota : Sym GTS 300i Evo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO Empty Re: Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO

Mensagem  Ivo Max em Seg 7 Mar - 16:45

AF1 - 125 FUTURA - 1991

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO AF1-FUTURA_1991_1

AF1 - 125 FUTURA REPLICA - 1991

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO AF1-FUTURA_1991_5

Apresentada e comercializada nos primeiros meses de 91, a AF1 Futura de 91 è uma moto nova que em comum com a precedente Futura tem praticamente só a denominação. A nova oitavo de litro da casa de Noale é inicialmente proposta numa decoração com uma combinação tipicamente Aprilia, um belo Porpura/Cinzento/Preto que caracteriza toda a produção Aprilia de 91, e após Maio de 91 tambem uma nova edição Reggiani Replica.

Desde 89 que a Aprilia não apresentava uma moto de estrada com uma decoração inspirada nos seus bolides de competição e como na sua Sintesi De Radigues Replica, tambem a Futura Reggiani Replica adopta uma coloração que è testemunho do empenho dos optimos designers Aprilia.
A Futura de 91 adopta assim a denominação do modelo precedente, mas do ponto de vista técnico as diferenças são substanciais e não se limitam ás sob-estruturas – só aparentemente similares á Futura de 90 – mas dirigidas profundamente tambem á ciclistica e mecanica.

A Futura de 91 demostra-se uma vez mais uma moto competitiva e vence novamente o campeonato Sport Production na categoria +21 com Massimiliano Gervasio.

No curso de 92, a Futura de 91 é substituida pela RS Extrema que recebe dignamente o ceptro da sua predecessora, apesar que a ultima versão da AF1 Futura seja a Sport Pro, tambem ela apresentada em 1992, e dedicada aos que queiram partecipar em campeonatos Sport Production.

CICLISTICA

Algumas pequenas evoluções foram efectuadas assim esta versão passou a ter um deposito em Nylon com uma cobertura em plastico (parte visivel do mesmo). A forqueta passou a ser uma de 40mm com regulação da taragem da mola. Ao nivel dos pneus as suas medidas foram alteradas para 110/70 - 17 anterior e 140/70 - 17 posterior.

MOTOR

O propulsor sempre o Rotax 123 com carburador Dell´Orto de secção oval de 34mm já montado na versão anterior, mas objeto de uma nova afinação. As intervenções efectuadas tornaram o motor da Futura de 91 ligeiramente mais potente.
A Futura de 91 revela uma potencia maxima á roda de 33,44cv ás 11.500 RPM (31,03cv ás 10.500 RPM na Futura de 90).
A velocidade maxima registada é de 169 km/h contra os 164,15 km/h registados pela Futura de 90.
Ivo Max
Ivo Max

Masculino Mensagens : 229
Data de inscrição : 13/12/2010
Mota : RSV Mille 2000

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO Empty Re: Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO

Mensagem  Ivo Max em Sex 26 Ago - 0:24

AF1 - 125 FUTURA SPORT PRO - 1992

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO AF1-FUTURA_1992_7

Apresentada em Janeiro de 92 no autodromo de Vallelunga, a AF1 Futura Sport Pro è o ultimo acto da serie AF1 nascida em 86 com a AF1 50.

Produzida numa serie limitada de 3000 exemplares, a Futura Sport Pro é proposta numa decoração que está entre as mais belas produzidas pela Aprilia. Praticamente identica á Futura de 91, a Sport Pro adopta um propulsor com diversas modificações no grupo termico, sistema de escape, nos carteres e na caixa de velocidades. Para tornar a moto o mais possibivel pronta a competir, é montado um novo carburador regulamentar PHBH 28 (em vez do precedente VHSB 34), um amortcedor posterior multi-regulavel e são fornecidos um sistema de escape racing estudado para o grupo termico standard da Sport Pro e um kit que inclui as engrenagens necessaras para montar o arranque a pedal.

Para além do prefil técnico a Sport Pro fornece um bom equipamento para sair para a pista sem grandes despesas adiccionais, todavia o regulamento Sport Production de 92 (em Italia) permite o desenvolvimento de cilindros e assim para ser competitivos – a ponto de loucura! – aparecem cilindros e escapes optimizados para cada circuito. Assim o regulamento de 92 anula a vantagem competitiva oferecida pela Aprilia aos proprietarios da Sport Pro, visto que com os fundos necessaros tambem uma Futura ‘91 pode tronar-se tanto, senão mais, competitiva.

No campeonato Sport Production ’92, a Futura vence novamente á frente das velocissimas Cagiva Mito e NSR-R, levando Stefano Perugini a conquistar o titulo de 92 na categoria sub-21.

CICLISTICA

Algumas pequenas evoluções foram efectuadas a Sport Pro passou a contar tambem com um amortecedor posterior completamente regulavel, assim como com nova afinação da forqueta. Ao nivel dos pneus as suas medidas foram alteradas para 110/70 - 17 anterior e 130/70 - 17 (circuito) ou o 140/70 - 17 (estrada) posterior.

MOTOR

Em relação aos valores não possuo de dados oficias, mas existem documentos que referem uma potencia á roda superior a 35cv e mais de 175 Km/h obvio que estes valores se referem á versão "Full-power" e não a outras tipo a Suiça que debitava só 12cv.
Ivo Max
Ivo Max

Masculino Mensagens : 229
Data de inscrição : 13/12/2010
Mota : RSV Mille 2000

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO Empty Re: Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO

Mensagem  Valvoline em Seg 18 Jun - 17:27

muito bom tópico.

Uma mota destas em autodromo deve dar uma grande dor de cabeça às categorias de maior capacidade.

Já agora muitos parabens pela RSV, embora nunca a tenha visto, é sempre um modelo emblemático para mim, o qual gostaria muito de o ter em minha posse.

Cumprimentos
Valvoline
Valvoline

Masculino Mensagens : 202
Data de inscrição : 30/05/2012
Mota : EX NSR 125, Casal K181

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO Empty Re: Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO

Mensagem  Snap em Seg 18 Jun - 18:43

Temm aqui modelos muito bonitos, e como o Sô Veiga disse muito actuais.
Snap
Snap

Masculino Mensagens : 807
Data de inscrição : 03/04/2012
Mota : Hyosung Comet 125cc Honda CBF1000

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO Empty Re: Aprilia AF1 - 125 A EVOLUÇÃO

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum