F125cc.com
Estou perdido, qual escolher? F125cc10
Junho 2020
SegTerQuaQuiSexSabDom
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930     

Calendário Calendário

Tempo
ipma.pt-Google pagerank and Worth
Como chegaste ao F125cc?
Preços dos Combustíveis


Quem está conectado
42 usuários online :: 2 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 40 Visitantes :: 2 Motores de busca

tiagofvale, Tuareg

O recorde de usuários online foi de 326 em Qua 16 Maio - 22:19

Estou perdido, qual escolher?

Ir em baixo

Estou perdido, qual escolher? Empty Estou perdido, qual escolher?

Mensagem  Tchutcha877 em Qui 2 Abr - 15:58

Tipo de CARTA DE CONDUÇÃO: B
- Altura: 1.91m
- Peso:80kg
- Idade: 25
- Pendura (S/N):Não
- Será 1ª moto (S/N):Sim

MOTO

- Estilo preferido: Adventure/Naked/Enduro
- Custo (em euro): 2000€/2200€
- Nova/Usada: Usada

PERCURSO

- Regularidade (diario, semanal, mensal): Semanal / Mensal
- Tipo de estrada: Terra (?) / Nacionais / IC
- Numero aproximado de KM: +/- 50 por viagem

RESUMO:
 
Boa tarde,
Estou comprador de moto 125cc. Não sou pessoa de acelerar muito, no entanto também queria algo que acelerasse bem caso me sinta no espírito (dentro dos possíveis). Esta moto vai servir para dar passeios, e, caso assim o permita, fazer viagem trabalho-casa (neste momento estou a 70km de casa, no entanto posso acabar por vir a trabalhar perto de casa).
Estaria algo voltado para enduro/adventure uma vez que gosto bastante de ir passear por caminhos de terra ou pelo mato com a minha Moto4, no entanto, todas aquelas que vejo à venda, encontram-se fora do meu orçamento, e não sei se seriam confortáveis para ir dar umas voltas à praia ou ir até à serra.
O meu orçamento não estica muito por 2 motivos.
1 - os meus colegas disseram que me ia fartar rápido da 125cc e iria passar para uma de maior cilindrada. Bastante possível, mas tenho medo de me matar e ainda tenho que convencer a mulher, que ela nem uma de 125cc quer que eu tenha. Posto o exposto, caso venha a trocar, não quero ter um rombo significativo na carteira.
2 - A recessão vem aí.
Estaria a pensar numa Derbi terra ou uma AJP PR3 125, mas queria algo que também não fosse desconfortável de conduzir caso me apeteça fazer uma viagem mais comprida, como por exemplo ir ao Gerês ou ate a serra da estrela.

P.S: Não tenho experiência a andar de moto.

Tchutcha877

Masculino Mensagens : 4
Data de inscrição : 02/04/2020
Mota : Nenhuma

Voltar ao Topo Ir em baixo

Estou perdido, qual escolher? Empty Re: Estou perdido, qual escolher?

Mensagem  Marco Machado em Qui 2 Abr - 22:06

As mais confortáveis para viagem são mesmo as trail\enduro, as AJP são exelentes máquinas não desfazendo na Derbi. as 125cc são as melhores motas para entrares no mundo das duas rodas, não esperes que uma 125cc 4t seja uma mota rápida tirando algumas excepções de algumas R.

_________________
Não são permitidas quaisquer mensagens que violem o bom estatuto e harmonia existente neste forum.
Reserva-se o direito da Administração actuar perante situações consideradas inoportunas "

Regras de utilização
Marco Machado
Marco Machado
Adm
Adm

Masculino Mensagens : 11539
Data de inscrição : 10/08/2009
Mota : Yamaha Virago 125

Voltar ao Topo Ir em baixo

Estou perdido, qual escolher? Empty Re: Estou perdido, qual escolher?

Mensagem  Tchutcha877 em Qui 2 Abr - 22:55

Certo, o meu problema com a PR3 será com a velocidade em regimes mais desenvolvidos, como por exemplo na auto-estrada. Caso precise de ultrapassar um camião, já ouvi dizer que esta mota sem a modificação de 125 para 150, é muito complicado efetuar esta manobra...

Tchutcha877

Masculino Mensagens : 4
Data de inscrição : 02/04/2020
Mota : Nenhuma

Voltar ao Topo Ir em baixo

Estou perdido, qual escolher? Empty Re: Estou perdido, qual escolher?

Mensagem  yoshi em Sab 4 Abr - 14:41

Boa tarde

É do conhecimento geral que grande parte dos utilizadores de motos , inicia a sua atividade nas duas rodas atreves das 125 . Isso deve se ao facto de as poderem adquirir tento a carta B e os 25 anos , como é o seu caso .

Sim , é também verdade que a esmagadora maioria destes utilizadores vai trocar de mota no prazo maxino de dois anos ( digo eu ) , mesmo que no momento da compra da 125 ainda não tenha consciência disso.

A prova disso é a evolução do mercado .
Desde 2009 ( saiu a lei da condução das 125 com carta B) que as vendas de 125 disparou . Não obstante , a venda das cilindradas superiores também . Isto significa que há muitos upgrades.

Nem sempre nem nunca , mas é muito possível que aconteça o mesmo consigo .

Qto as 125cc:

Não tenha ilusões .
São motas excelentes para uso urbano , que novas andam dos 1500 aos 5100 euros.
Porém , em qualquer dos casos , mota ou scooter , não espere velocidades de ponta superiores a 130 km h.

Tenha também em mente que só pode adquirir motas com máximo de 15 Cavalos ( caso não tenha carta de moto).

Tenha ainda em consideração , que uma 125 tem um pequeno pistão(a maioria ) , muito rotativo, cuja longevidade depende do uso. Conte circular em regimes de 50 a 100km h. Se andar constantemente acima de 100 km hora , estará constantemente a forçar o motor é isso não traz saúde ao motor de uma 125. Pode ir em velocidade de ponta acima desses valores , mas não permanecer lá muito.

125 não são boas motos para autoestrada constante. Vai fartar se .

Ultrapassar :
Em nacional sim. Faz se bem .
Quando vai a 80 ou 90 , passar um carro que vai a 90 ou 100 , pode ser frustrante é lento .

Que nota escolher :

Mercado tem muitas opções .

Motos de Monte não são adequadas para uso quotidiano.

Motos trail 125 , tb não tem muitas opções .
Uma Varadero 125 usada pode ser uma excelente opção para si. É bicilndrica , do melhor que pode haver em 125 , trail . Fazem milhares de km tranquilamente . É Ddfícil é encontrar . Novas custavam cerca de 5000 euros , já na época

Naked reinam neste segmento . Scooters tb.

Pense bem na utilidade que quer dar a moto .

Há muitos bons negócios de usadas . Motos com muitos poucos km , lq as pessoas têm nas pouco tempo .

Pense na revenda :
Uma marca premium pode facilitar a venda .
Uma.marca low como SYM ou kynco ( muito boas ) podem dar lhe fiabilidade e alguma facilidade na venda , tb.

Marcas como keeway daí lhe uma boa proposta de utilização , mas podem ser mais dificiwa de vender depois.

Precisa mesmo de ir para o monte ?

Tem de saber muito bem o que quer ... Sabendo , poderemos orientar melhor a sua compra se assim o desejar .

Cumprimentos
yoshi
yoshi

Masculino Mensagens : 375
Data de inscrição : 14/01/2012
Mota : Honda nc700XA / vespa et2 50

Voltar ao Topo Ir em baixo

Estou perdido, qual escolher? Empty Re: Estou perdido, qual escolher?

Mensagem  Trigueiro em Qui 9 Abr - 17:29

Tchutcha877 escreveu:Certo, o meu problema com a PR3 será com a velocidade em regimes mais desenvolvidos, como por exemplo na auto-estrada. Caso precise de ultrapassar um camião, já ouvi dizer que esta mota sem a modificação de 125 para 150, é muito complicado efetuar esta manobra...

Tchutcha877

O nosso colega Yoshi já falou na questão das ultrapassagens. Até acho que ele foi um pouco otimista nas velocidades indicadas. Eu não me atrevo a ultrapassar qualquer carro que já vá a 80km/h, mesmo que seja numa descida.

Da minha experiência, qualquer carro minimamente moderno com um motor 1000 anda mais do que uma 125. O que me apercebo é que as ultrapassagens a carros, quando vamos montados numa 125, só são possíveis se o condutor do carro a ser ultrapassado o permitir. Se ele carregar no acelerador, temos que retomar com a 125 à faixa da direita. Daí que uma 125 serve essencialmente para andar na faixa da direita de uma autoestrada, visto que qualquer faixa mais à esquerda é um excelente local para se apanhar uns valentes cag Estou perdido, qual escolher? 1987 ços. Onde as 125 são rainhas a ultrapassar, especialmente as scooters, é na cidade! No entanto, cuidado que nessas ultrapassagens não vale tudo!

Outro pormenor muito importante é os pneus! Nada de fazer caminhos de terra com motas que são de estrada (as nakeds e não só), com pneus de estrada, especialmente se estes forem chineses. É queda certa! E geralmente quando menos se espera. Estou perdido, qual escolher? 142750

Dentro das motas estilo supermotard ou trial, para além da Derbi e da AJP, deves também ver a Keeway TX125 (aparecem algumas à venda em 2.ª mão) e a UM DSR 125. Esta última, especialmente na versão Ex, é talvez a mais alta e a mais indicada para as saídas fora de estrada, e especialmente para quem tem 1,91m. Os preço novo destas duas motas varia entre os cerca de 2400 a 3000 e poucos €, com as UM a serem as mais caras. Eu apostava mais nestas últimas, pois parecem-me ter uma qualidade e concepção superiores às da Keeway TX, mas na altura de vender, a UM é talvez uma marca mais difícil, pois é muito pouco conhecida, ao contrário do que se passa com as Keeway.

E, não, não andei em nenhuma delas. Só montei na UM DSR EX e fiquei bem impressionado com a mota.

Trigueiro

Masculino Mensagens : 858
Data de inscrição : 23/01/2015
Mota : Jialing JH125-33, Yamaha XVS 650 DragStar Classic, Yamaha XJ600N

Voltar ao Topo Ir em baixo

Estou perdido, qual escolher? Empty Re: Estou perdido, qual escolher?

Mensagem  Tchutcha877 em Qui 9 Abr - 19:34

Boa tarde,
Talvez tenha sido infeliz na descrição do monte, são mais caminhos de terra e pedras numa montanha. Não é mato bravo, talvez tenha dificultado.

Eu ando a namorar uma mota que ando caidinho, uma Royal Enfield himalayan. O problema são os 411cc, ou seja, preciso de tirar a carta.

Em relação à Keeway TX, gosto bastante do facto de estarem baratas em segunda mão e penso que não irei perder muito dinheiro na eventual revenda, no entanto já vi tanta gente a falar mal desta marca...

E aí está, será que vale a pena comprar uma derbi ou uma UM para depois demorar meses a tentar vende-la? Quanto menos dinheiro gastar melhor obviamente, acho mesmo que vou tirar carta A, no entanto gostava de ter experiencia antes de comprar uma mota mais potente e matar-me...

Tchutcha877

Masculino Mensagens : 4
Data de inscrição : 02/04/2020
Mota : Nenhuma

Voltar ao Topo Ir em baixo

Estou perdido, qual escolher? Empty Re: Estou perdido, qual escolher?

Mensagem  Trigueiro em Qui 9 Abr - 21:41

Tchutcha877 escreveu:(...)
Eu ando a namorar uma mota que ando caidinho, uma Royal Enfield himalayan. O problema são os 411cc, ou seja, preciso de tirar a carta.

Isto é o que dá em andar a ver a Itchy Boots no Youtube. Estou perdido, qual escolher? 314343

No entanto, possivelmente cansar-te-ias rapidamente da Himalayan. Aquilo é um trator ultra confortável sobre duas rodas, andando tanto ou pouco mais do que uma 125. E com um peso muito superior! Não é mota para autoestrada, a menos que sejas do género dos que gostam de andar nas calmas, a apreciar a paisagem. E nesse caso, as motas japonesas estilo Harley/Indian são geralmente uma melhor opcão. O problema é serem bem caras, mesmo em 2.ª mão. Mas se for para andar em caminhos de terra, sirvam uma Royal Enfiel Himalayan ali, ao senhor do canto, s.f.f.

Olha que há pessoas que compram uma 125 e vivem felizes com ela por muito e bons anos. E o que tenho visto na minha terriola é pessoal cota, que tinha lá em casa uma 600 arrumada a um canto, irem dá-la como retoma por uma 125, na qual se sentem menos intimidados (os anos fazem dessas...) para retomarem o gosto de andar de mota, além de que a 125 também dá para o/a filho/a e/ou a esposa usar. Sim, também há mulheres que descobrem que gostam muito de andar de mota.

Comecei com uma 125, tirei a carta A cerca de 6 meses depois, quando entretanto já tinha comprado a Drag Star 650, e depois vendi a 125. Porque era ridículo ter duas motas... Estou perdido, qual escolher? 750583 . Arrependi-me mais tarde, pois para andar na cidade, especialmente uma com caminhos estreitos e curvas apertadas, uma 125 é rainha. Além de ser mais económica, divertida, leve de manusear (muito importante!) e geralmente menos onerosa de manter e reparar.

As Keeway não são assim tão más como muita gente pinta. Não tem os aprimores das japonsesas, mas andam como elas. Se assim não fosse, não seriam uma das marcas mais vendidas em Portugal e não só. Além de que geralmente fornecem peças de substituição num piscar de olhos, coisa que já não posso dizer da Yamaha (e digo isto por experiência própria...).

Há malta por aqui que comprou motas de fabrico chinês, ou equiparado (coreano ou de Taiwan), em 2.º mão e em bom estado, e que passado algum tempos e mais alguns milhares de quilómetros, as vendeu por pouco menos. É uma questão de se procurar bem e ter paciência.

Outra hipótese é, caso já tenhas ideia fixa nalgum modelo de maior cilindrada, procurares um revendedor dessa marca perto de tua casa e ver se ele tem alguma 125 de retoma que esteja em bom estado e não custe os olhos da cara. Explica-lhe que precisas de uma 125 que não chateie, até comprares a mota com que sonhas. Põe-te a pau é que podes apanhar com alguma 125 na qual te sintas demasiado encolhido e desconfortável. Tem especial cuidado com as motas com assento do condutor de formato individual, o qual não permite uma pessoa de maior estatura se chegar mais atrás. Aconteceu isso com a minha primeira 125 (tenho 1,87m), uma Daelim VS 125, coisa que já não acontece com a 125 que presentemente possuo, na qual encaixo como uma luva, sendo por isso uma das razões porque sinto tanto prazer em andar nela.

Penso que é sempre melhor começares com uma 125, para depois, quando eventualmente te decidires ir para uma máquina de maior cilindrada, já teres, para além da experiência de andar de mota, uma noção mais exata do tipo de mota que realmente queres. Geralmente, só depois de andarmos de mota é que começamos a perceber melhor qual é realmente o tipo de mota que nos dá  mais jeito e gosto de usar no dia a dia.

Trigueiro

Masculino Mensagens : 858
Data de inscrição : 23/01/2015
Mota : Jialing JH125-33, Yamaha XVS 650 DragStar Classic, Yamaha XJ600N

Voltar ao Topo Ir em baixo

Estou perdido, qual escolher? Empty Re: Estou perdido, qual escolher?

Mensagem  Tchutcha877 em Sex 10 Abr - 11:38

Trigueiro escreveu:
Tchutcha877 escreveu:(...)
Eu ando a namorar uma mota que ando caidinho, uma Royal Enfield himalayan. O problema são os 411cc, ou seja, preciso de tirar a carta.

Isto é o que dá em andar a ver a Itchy Boots no Youtube. Estou perdido, qual escolher? 314343

No entanto, possivelmente cansar-te-ias rapidamente da Himalayan. Aquilo é um trator ultra confortável sobre duas rodas, andando tanto ou pouco mais do que uma 125. E com um peso muito superior! Não é mota para autoestrada, a menos que sejas do género dos que gostam de andar nas calmas, a apreciar a paisagem. E nesse caso, as motas japonesas estilo Harley/Indian são geralmente uma melhor opcão. O problema é serem bem caras, mesmo em 2.ª mão. Mas se for para andar em caminhos de terra, sirvam uma Royal Enfiel Himalayan ali, ao senhor do canto, s.f.f.

Olha que há pessoas que compram uma 125 e vivem felizes com ela por muito e bons anos. E o que tenho visto na minha terriola é pessoal cota, que tinha lá em casa uma 600 arrumada a um canto, irem dá-la como retoma por uma 125, na qual se sentem menos intimidados (os anos fazem dessas...) para retomarem o gosto de andar de mota, além de que a 125 também dá para o/a filho/a e/ou a esposa usar. Sim, também há mulheres que descobrem que gostam muito de andar de mota.

Comecei com uma 125, tirei a carta A cerca de 6 meses depois, quando entretanto já tinha comprado a Drag Star 650, e depois vendi a 125. Porque era ridículo ter duas motas... Estou perdido, qual escolher? 750583 . Arrependi-me mais tarde, pois para andar na cidade, especialmente uma com caminhos estreitos e curvas apertadas, uma 125 é rainha. Além de ser mais económica, divertida, leve de manusear (muito importante!) e geralmente menos onerosa de manter e reparar.

As Keeway não são assim tão más como muita gente pinta. Não tem os aprimores das japonsesas, mas andam como elas. Se assim não fosse, não seriam uma das marcas mais vendidas em Portugal e não só. Além de que geralmente fornecem peças de substituição num piscar de olhos, coisa que já não posso dizer da Yamaha (e digo isto por experiência própria...).

Há malta por aqui que comprou motas de fabrico chinês, ou equiparado (coreano ou de Taiwan), em 2.º mão e em bom estado, e que passado algum tempos e mais alguns milhares de quilómetros, as vendeu por pouco menos. É uma questão de se procurar bem e ter paciência.

Outra hipótese é, caso já tenhas ideia fixa nalgum modelo de maior cilindrada, procurares um revendedor dessa marca perto de tua casa e ver se ele tem alguma 125 de retoma que esteja em bom estado e não custe os olhos da cara. Explica-lhe que precisas de uma 125 que não chateie, até comprares a mota com que sonhas. Põe-te a pau é que podes apanhar com alguma 125 na qual te sintas demasiado encolhido e desconfortável. Tem especial cuidado com as motas com assento do condutor de formato individual, o qual não permite uma pessoa de maior estatura se chegar mais atrás. Aconteceu isso com a minha primeira 125 (tenho 1,87m), uma Daelim VS 125, coisa que já não acontece com a 125 que presentemente possuo, na qual encaixo como uma luva, sendo por isso uma das razões porque sinto tanto prazer em andar nela.

Penso que é sempre melhor começares com uma 125, para depois, quando eventualmente te decidires ir para uma máquina de maior cilindrada, já teres, para além da experiência de andar de mota, uma noção mais exata do tipo de mota que realmente queres. Geralmente, só depois de andarmos de mota é que começamos a perceber melhor qual é realmente o tipo de mota que nos dá  mais jeito e gosto de usar no dia a dia.

É verdade, ando a vê-la Estou perdido, qual escolher? 314343 no entanto não é só isso. Gosto bastante do conceito de "se avariar, dá para reparar na estrada", manómetros analógicos tipo segunda guerra mundial e o facto de ter um motor monocilindrico com binário suficiente para puxar um arado a baixas rotações, não gosto de ir a subir e a ter que elevar até grandes rotações para não a ouvir a ganir Estou perdido, qual escolher? 314343  Principalmente eu que moro no monte Estou perdido, qual escolher? 314343 e a função principal que eu lhe quero dar é mesmo passear, por isso AE não deve de ver muito (apenas ocasionalmente).

Voltando às 125cc:
Gostei da Keeway TX, principalmente do preço das usadas que já vi algumas a 1100€ e outras a 1500€ :pensador:No entanto também ando a debater-me um bocado sobre a compra de uma CBF125 que se vê aos pontapés por aí e com preços acessíveis... Sei que com essa não a meto no monte, mas estou a pensar em comprar uma dessas para me habituar a uma mota e mais tarde (ao fim de alguns meses) progredir para uma mota com maior cilindrada. Será que com a minha estatura seria exequível? Tanto para uma como para outra? Estou a fazer estas perguntas mas o que vai realmente ser um fator decisivo é sentar o cuzinho nelas mas mesmo assim queria saber opiniões lol!

Tchutcha877

Masculino Mensagens : 4
Data de inscrição : 02/04/2020
Mota : Nenhuma

Voltar ao Topo Ir em baixo

Estou perdido, qual escolher? Empty Re: Estou perdido, qual escolher?

Mensagem  Trigueiro em Sex 10 Abr - 15:27

Tchutcha877 escreveu:(...) Gosto bastante do conceito de "se avariar, dá para reparar na estrada", manómetros analógicos tipo segunda guerra mundial e o facto de ter um motor monocilindrico com binário suficiente para puxar um arado a baixas rotações, não gosto de ir a subir e a ter que elevar até grandes rotações para não a ouvir a ganir Estou perdido, qual escolher? 314343  Principalmente eu que moro no monte Estou perdido, qual escolher? 314343 e a função principal que eu lhe quero dar é mesmo passear, por isso AE não deve de ver muito (apenas ocasionalmente).

Voltando às 125cc:
Gostei da Keeway TX, principalmente do preço das usadas que já vi algumas a 1100€ e outras a 1500€ :pensador:No entanto também ando a debater-me um bocado sobre a compra de uma CBF125 que se vê aos pontapés por aí e com preços acessíveis... Sei que com essa não a meto no monte, mas estou a pensar em comprar uma dessas para me habituar a uma mota e mais tarde (ao fim de alguns meses) progredir para uma mota com maior cilindrada. Será que com a minha estatura seria exequível? Tanto para uma como para outra? Estou a fazer estas perguntas mas o que vai realmente ser um fator decisivo é sentar o cuzinho nelas mas mesmo assim queria saber opiniões lol!


Olha, outro que gosta de motas clássicas e de fazer pelas suas próprias mãos! Estou perdido, qual escolher? 952112 


Já sentei-me na CBF 125, acho que no modelo de 2015 (o mais recente, em que a carnagem do farol é independente do corpo), e senti-me bastante bem. Talvez até melhor do que na minha Jialing 125. Pareceu-em ser ligeiramente mais alta do que o modelo anterior da CBF (pelo menos o assento pareceu-me ser mais largo), mas pode ter sido só impressão.

Mas é como dizes - nada como uma pessoa se sentar e experimentar.

Uma vantagem da CBF 125 é a de ser possível comprá-la em 2.ª mão a preços não estratosféricos e de se poder revender com alguma facilidade ou dar como retoma num stand na compra de outra mota.

Se mais tarde comprares a Himalayan, faz o especial favor à malta (e a este user Estou perdido, qual escolher? 326955  em particular) de colocar aqui pelo menos um vídeo a andar nessa menina. Não me importava nada de ter uma para andar a fazer uns vídeos nos caminhos não alcatroados no interior da minha ilha.

Trigueiro

Masculino Mensagens : 858
Data de inscrição : 23/01/2015
Mota : Jialing JH125-33, Yamaha XVS 650 DragStar Classic, Yamaha XJ600N

Voltar ao Topo Ir em baixo

Estou perdido, qual escolher? Empty Re: Estou perdido, qual escolher?

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum