F125cc.com
Maio 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Calendário Calendário

Tempo
ipma.pt-Google pagerank and Worth
Como chegaste ao F125cc?
Preços dos Combustíveis


Quem está conectado
36 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 36 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 326 em Qua 16 Maio - 22:19

Como Escolher a Moto Perfeita para mim / a "mulher da nossa vida"?

Ir em baixo

Como Escolher a Moto Perfeita para mim / a "mulher da nossa vida"?

Mensagem  CPinto em Sab 8 Set - 23:09

A fim de ajudar todos os membros em processo de escolha, aqui vai um tópico com algumas dicas acerca de como escolher a "mulher da nossa vida".

Esperamos que ajude.  


******************************************


Transportes públicos ineficientes e caros, filas de trânsito infindáveis, combustível caro e nalguns casos o primeiro transporte permitido por Lei... Não importa o motivo, mas ultimamente muitas pessoas têm visto nos veículos de duas rodas uma opção mais barata e rápida de se movimentarem no dia-a-dia. E claro, depois de experimentarem o “vírus” espalha-se e as duas rodas passam a fazer parte também do lazer, abrindo um mundo totalmente novo aos seus utilizadores.

Depois de convencer os pais, a esposa (ou marido) ou a namorada (o) que a mota não é um veículo assim tão perigoso, e que poderá vir a dar-nos momentos de grande prazer e alegria chegou a hora de escolher sua primeira moto.

A escolha da moto ideal não é uma tarefa muito fácil, principalmente quando estamos à procura da nossa primeira moto! Antigamente era muito mais fácil escolher uma moto, pois eram poucas as opções de modelo, cor e potência e quase que bastava decidir se a mota de 125cc teria motor quatro ou dois tempos.


Surge então a dúvida: qual a melhor opção?


Antes de escolher a moto ideal, é muito importante conhecer profundamente o que busca e qual será a finalidade da moto.

1) O preço, a potência e a finalidade da moto também são factores importantíssimos. As motos podem ter várias finalidades, no entanto se o objectivo maior é o trabalho, devemos preocupar-nos com a durabilidade e resistência da moto, já que se a moto ficar parada por problemas mecânicos perde-se trabalho e consequentemente dinheiro, por estas razões é preferível optar por motos de marcas conhecidas, com assistência garantida e que possuem manutenção fácil e barata.

Pesquisem o mercado, porque se não são esquisitos quanto às motas serem em 2ª mão, podem encontra-se aqueles modelos mais caros em bom estado e a um preço mais acessível. Mas atenção, tal como em qualquer outro tipo de veículo, muito cuidado com o negócio.

2) Temos duas famílias (por assim dizer) de veículos, as motas e as scooters.
Com isto não queremos dizer que as scooters não são motas, nada disso, é apenas um modo de as diferenciar uma vez que apresentam dois tipos de condução e posição de condução completamente diferentes.

Na mota o piloto vai montado, enquanto na scooter o motociclista vai sentado, além disso na grande maioria das motas a caixa de velocidades é manual (leia-se “pesal”) ou seja o piloto usa a mão esquerda para apertar a embraiagem, o pé esquerdo para subir ou descer mudanças e a mão e pé direitos para os travões. Nas scooters a transmissão é automática, ou seja o piloto só acelera ou trava.

Este é um possivelmente o ponto mais importante na escolha da mota perfeita para cada um de nós, uma vez que para andarmos na estrada com segurança temos de estar acima de tudo confortáveis e à vontade com todos os passos que a condução do veículo. Pelo que se a condução manual (chamemos-lhe assim) lhe parece muito complicado de início então entre no mundo das duas rodas de scooter.


3) Considere sempre a sua altura, pois uma moto muito alta ou muito baixa será desconfortável, os pés no chão são precisos para quando estamos parados e os bicos dos pés nem sempre são o suficiente para evitar uma ida ao chão.

Por outro lado uma pessoa mais alta pode não se sentir confortável numa mota mais baixa e acreditem, ao fim de umas horas de viagem, os joelhos, os rins e as costas não se vão calar.

E um motociclista mal-disposto é por assim dizer um automobilista ;)

Digamos que adora aquela mota R, ou aquela trail que está na moda, ou que há anos que sonha passear “à lá chopper”…

O importante mesmo é testar várias motos de modelos e estilos diferentes. Sentem-se nas motas e sintam-na entre as pernas (porque é assim mesmo), mexam na mota, sintam a posição de condução e tentem SEMPRE um test-drive, porque aquilo que está na moda ou nos nossos sonhos nem sempre nos fica bem.

Assim conseguirá escolher a moto que será sua companheira de estrada.

Além disso aconselhamos a que estejam abertos a um estilo diferente do que tinham em mente, a “mulher da nossa vida” pode estar na mota que menos esperávamos.

Qualquer que seja sua escolha seja bem-vindo ao mundo das duas rodas!
Use sempre o capacete e equipamento de proteção e lembre-se: pilotar uma moto, assim como qualquer outro veículo, exige cautela e atenção.


Estilos de motas:


Custom >> são motos “estradeiras”, preferidas por um público mais tradicional. Não priorizam a velocidade e são mais voltadas ao conforto, mantendo a altura do banco baixo, pedaleiras avançadas,tanque grande em posição paralela ao chão de forma a proporcionar uma posição confortável para pilotagem. São por norma confortáveis para viagens longas, seja sozinho ou acompanhado. A maioria das peças são cromadas e brilhantes. Uma variação dentro desta categoria são as Roadsters, que aliam o visual e a posição de pilotagem das custom com o alto desempenho das esportivas.

Chopper >> são motos que derivam das custom, com a diferença na posição do tanque que é alto na frente e baixo atras formando uma linha com o eixo da roda traseira, o garfo da frente tem um ângulo em relação ao motor maior que nas custom e seu comprimento também é maior, deixando a distância entre eixos bem grande. Geralmente não possuem banco para pendura, alforges ou para-lamas dianteiros. O visual é bastante nú e agressivo.

As Chopper nasceram no regresso dos soldados norte americanos vindos da 2ª guerra mundial, que depois de andarem na Europa em motos Europeias mais leves e ágeis, começaram a retirar peças dispensáveis (segundo eles) às Harley, o termo "Chopper" vem de retirar, cortar.

Desportiva - R >> são motos com design aerodinâmico e mecânica de auto desempenho. São as motas utilizadas em campeonatos como Superbike. Possuem diversas categoria variando de 125 á 1100 cc. Pela posição de pilotagem (o piloto fica praticamente deitado sobre o tanque de combustível, com o tronco inclinado para a frente e os pés para trás) e alguns modelos, por serem inspirados nas motos de corrida são monolugares, não tendo banco para pendura.

Naked ("nuas") >> são motos “irmãs” das R (Desportivas), mas modificadas para permitir uma posição de pilotagem menos deitado, e mais sentado, melhorando o conforto para condução em vias urbanas, porém não possuem carenagem daí estarem “despidas”. Com pneus esportivos, possuem design misto entre motos de passeio e motos esportivas. São mais adequadas que as esportivas para andar entre os carros na cidade, e apresentam bom desempenho nas estradas.

Nesta família podemos acrescentar ainda as Streetfighter, conceito criado na década de 1990 para desenhar motos desportivas sem peças como carenagens faróis entre outros. Em alguns países são normalmente utilizadas em corridas de rua ilegais.

Off-road >> (de todo o terreno) são utilizadas por praticantes de motocross/supercross, enduro, cross-country, trial, ralie trail. Os pneus são específicos, geralmente para tração na terra (tipo tacos) e rodas maiores, para transpor obstáculos com maior facilidade. O visual geralmente é despojado, com desenho rústico e/ou agressivo, sem acessórios que possam ser danificados quando a moto for utilizada em caminhos mais difíceis.

Outra variação dentro desta categoria são as MotoCross, indicadas para participação em campeonatos de velocidade/saltos em terra ou de rally, vendidas sem acessórios obrigatórios para utilização em vias urbanas (espelhos, piscas, lanternas).

Trail >> Categoria que inclui modelos de motas aptas a incursões por estradas pavimentadas e estradas de chão batido. A principal vantagem é que elas têm a alma off-road, então permitem andar muito bem por estradas esburacadas, e até pisos de cascalho e terra batida. A posição de condução é de costas direitas e aliada à suspensão destas motas torna as viagens grandes bastante confortáveis.

Supermotard >> são motos que até a década de 1990, eram projetadas pelos próprios donos ou oficinas especializadas, o que ocasionou o interesse de montadoras a fabricarem modelos supermotard, possui característica trail com ciclística esportiva, com rodas e pneus esportivos.

Street >> são motos que apresentam conforto e mobilidade para serem utilizadas no trânsito urbano, geralmente entre 125 á 500 cilindradas. A posição de pilotagem é sentada, com os pés apoiados nas pedaleiras. Apresentam desenho simples, com banco para garupa, sem muitos acessórios, e permitem a utilização entre os veículos nas vias urbanas.

Scooters >> são motos que permitem a posição de pilotagem sentado e com os pés apoiados no piso, sem a necessidade de usar os pés para a troca de mudanças. Apresentam compartimentos porta-capacetes que permitem ao motociclista deixá-lo arrumado na moto enquanto não está a ser utilizado.
avatar
CPinto

Feminino Mensagens : 5591
Data de inscrição : 12/08/2009
Mota : em busca de ...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum